Veja dicas de como escolher o nome do bebê

Ana Paula Cardoso

Seguir moda? Homenagear um ídolo? Repetir o nome de pais ou avós? Escolher pelo significado? Veja algumas diferentes maneiras de como escolher o nome do bebê 

Como escolher o nome do bebê: casal precisa entrar em consenso.

 

Na hora de tomar a decisão mais importante em relação ao recém-nascido os pais recorrem a infintas fontes de inspiração. Não existe um manual ou modelo que dite regras de como escolher o nome do bebê da melhor forma, mas aconselha-se que os pais estejam em comum acordo.

Apesar de não existirem regras para a escolha dos nomes dos filhos, é certo que muitas pessoas já sonham com um nome desde as brincadeiras de infância. Sejam nomes de meninas dados às bonecas, sejam nomes de meninos escolhidos por eles nas brincadeiras de super-heróis. 

Depois os nomes vão ganhando tendência. Aqueles que eram os preferidos dos pais em um determinado momentos, com o passar dos anos, acabam sendo considerados nomes antigos. Enquanto outros entram na moda. 

Nomes de gente famosa costumam alavancar as estatísticas de registros. E origens familiares também regem a forma de como escolher o nome do bebê: nomes portugueses, italianos, japoneses e árabes são alguns exemplos das influências da imigração estrangeira no país que pesam na escolha dos nomes de bebês.

 

Ideias de como escolher o nome do bebê 

Para escolher o nome de bebê sem arrependimento, os pais podem seguir alguns passos:

  • Façam lista. Escolham cada um cinco nomes de meninos e meninas e depois filtrem os nomes que aparecem nas duas listas;
  • Querem nomes mais exclusivos? É possível identificar a incidência de todos os nomes brasileiros através do link do Projeto Nomes do Brasil, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado foi levantado em 2010, através do último Censo demográfico do país;
  • Grafia. Cuidado com o excesso de letras que seriam dispensáveis no nome. Por exemplo, o nome Sofia, um dos campeões na preferência de nomes femininos no Brasil em 2016, pode ser escrito também com 'ph' (Sophia) mas a simplicidade é sem bem-vinda;
  • Nomes compostos. Cuidados para não transformar homenagens a pais ou avós em composições estranhas  Combinações de dois nomes próprios devem ser harmoniosas, caso contrário core-se o risco de dar ao filho nome composto igual ao de personagem de novela mexicana;
  • Significados. Há pais que optam pelo significado para definir como escolher o nome do bebê. Procure fontes confiáveis. Há livros e sites sérios de estudiosos a serem consultados.

 

Trocar o nome do bebê

O Brasil sempre foi um país permissivo para a escolha de nomes de bebês, a maior parte dos cartórios era condescendente com as escolhas de nomes do tipo 'Doisberto' ou 'Um Dois Três". Agora os cartórios já tentam impedir essas escolhas pouco ortodoxas de nomes de bebês, submetendo-as à aprovação de um juiz.

Nem sempre a escolha o nome do bebê é um mar de rosas. Conflitos e brigas de casal podem gerar arrependimentos no registro de nascimento e problemas no futuro da criança. Há casos reais de maridos que foram registrar os filhos e escolheram nomes completamente diferentes do que o casal 'tinha decidido'. 

Nesses casos, não adianta recorrer ao juiz. A mãe não pode cancelar um registro apenas porque o pai decidiu registrar  o filho com um nome que ela não queria - caso esse nome não seja considerado 'anormal' ou 'esdrúxulo'.

"Um juiz que abrisse esse precedente iria dar margem a muito confusão, haveria muitas pessoas trocando o nome do bebê. Em geral, os juízes só interpelam a decisão soberana dos pais na escolha do nome quando se trata de aberrações", explica o advogado especialista em Vara de Família Sebastião Almeida.

 

Copyright foto: iStock 

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto