Natação para bebês: saiba os benefícios da atividade na primeira infância

Ana Paula Cardoso

Uma das atividades físicas mais completas pode começar a ser praticada a partir dos seis meses de vida 

Natação para bebês pode começar aos seis meses.


Fazer planos para os filhos já  no primeiro mês de gravidez é quase inevitável para papais e mamães. Incluem-se nesses projetos de vida futura as atividades físicas, para as crianças crescerem saudáveis. A boa notícia é que algumas delas podem começar muito cedo, como é o caso da natação para bebês.
 
“Após a liberação do pediatra e tendo todas as vacinas em dia, bebês a partir dos 6 meses já podem começar a frequentar as aulas de natação”,  afirma Theresa Samico, coordenadora de atividades aquáticas, da Academia Velox Fitness da Lagoa, no Rio de Janeiro.

Segundo Theresa, a natação é recomendada para todos os bebês, quanto mais cedo  começar, mais relaxado ele ficará nas aulas. "Porque ele ainda traz as lembranças de sua vida uterina onde vivia satisfeito num meio aquático", lembra Theresa Samico.

Os benefícios da natação para os bebês

Um dos critérios mais importantes apontados pela coordenadora da Academia Velox  é que as aulas de natação para bebês devem ser ministradas por um professor de educação física especializado em atividades físicas para crianças. 

Os pais, portanto, têm todo o direito de solicitarem ver o diplomas e os certificados dos profissionais antes de matricular seus filhos para a prática das atividades aquáticas. 

E se para adultos nadar é um dos esportes mais completos, começar esta atividade precocemente também proporciona inúmeros benefícios. A natação proporciona as seguintes vantagens aos pequenos:

  • auxilia no desenvolvimento psicomotor, afetivo e cognitivo;
  • desenvolve a coordenação motora;
  • melhora das condições do sono do bebê e seu apetite;
  • aumenta a resistência cardio-respiratória e muscular;
  • colabora na prevenção de futuros problemas posturais.

Alguns cuidados antes da natação

Uma das preocupações das mães e pais antes inscrever seus filhos em atividades aquáticas é as condições estruturais do local onde as aulas acontecem. Seja quanto ao tipo de piscina, referente a tamanho e profundidade, até aos produtos usados na água. 

Mas as aulas de natação para bebês podem ser praticadas em qualquer piscina desde que a criança esteja sempre acompanhada, individualmente, do professor ou um responsável.

A temperatura da água pode variar de acordo com as características específicas da piscina. “No caso da natação para bebês, as atividades costumam ser praticadas com a água na temperatura média entre  30° e 32° Celsius", diz Theresa.

Mas a especialista recomenda que antes os pais conversem com o pediatra para saber se as condições de saúde do filho estão condizentes com a prática de natação. “Em casos de gripes ou alergias causadas pelos produtos usados em tratamento das piscinas, a atividade pode ser contraindicada”, orienta Theresa Samico.

Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto