Banho de sol em bebê: siga as orientações e garanta a vitamina D dos pequenos

Ana Paula Cardoso

Muito importante para a formação dos ossos, medida requer pequenos cuidados e atenção aos horários mais adequados

Banho de sol em bebê ajuda a ativar vitamina D, mas requer cuidados. © iStockphoto.com/AGrigorjeva


O banho de sol em bebês é uma medida simples, mas importante para a saúde das crianças e é recomendado começar logo no primeiro mês. O principal objetivo desta prática é estimular o metabolismo da vitamina D que o recém-nascido recebe pelo leite materno.  

“Essa vitamina é responsável por estimular a absorção de fósforo e cálcio nos ossos, fundamental para garantir um crescimento e desenvolvimento adequado da ossatura da criança”, explica a Dra. Maria Julia Carvalho, pediatra e plantonista do Hospital Infantil Sabara e na UPA do Einstein de Perdizes.

A médica explica, no entanto, que o bebê já recebe a vitamina na forma inativa (recebida via placenta da mãe, alimentação, leite materno), necessitando de exposição solar em horário adequado para ativá-la. Além disso, o banho de sol ajuda a reduzir os níveis de bilirrubina no sangue, substância responsável por causar icterícia neonatal

A partir de qual idade o bebê deve tomar sol?

O banho de sol está indicado para bebês logo a partir da 1ª-2ª semana de vida. “Mas antes de começar a dar o banho de sol no seu bebê, é importante fazer uma consulta com um médico pediatra para que as condições de saúde da criança sejam avaliadas e ele possa indicar quando iniciar e o período apropriado”, lembra a médica.

Quanto ao horário adequado e o tempo de exposição necessário, a Dra. Maria Júlia reforça: “Obviamente que não se deve expor o bebê por muito tempo ao sol, afinal o intuito não é bronzear a criança, muito menos gerar queimaduras de pele. E como a exposição solar é cumulativa, o ideal é tomar precauções desde cedo”, orienta.  

Dicas para o banho de sol no bebê.

De acordo com a especialista, basta seguir algumas orientações básicas para não errar ao dar banho de sol no bebê:

  • Horário: o banho de sol deve ser realizado sempre antes das 10h ou depois das 16h (17h no horário de verão), horários de sol menos intenso, com duração de 5 a 10 minutos e pode ser feito diariamente;
  • Com que roupa? Deve-se retirar o excesso de roupas, deixando o maior número de partes do corpo expostas para melhor absorção, mas protegendo rosto e olhos que devem ficar cobertos. Nos dias mais quentes, a criança pode inclusive ficar somente com a fralda;
  • Protetores solares: a exposição tem que ser direta, sem a interposição de janelas, por exemplo, pois o vidro filtra boa parte dos raios solares benéficos. Lembrando que protetores solares não estão indicados nos menores de seis meses, uma vez que eles têm a pele muito sensível e protetores podem causar alergias. 

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto