7 motivos para investir nas luzes californianas

Jessica Krieger
Com essa técnica, o rosto fica mais iluminado e com aspecto bronzeado durante o ano todo

Drew Barrymore com as pontas dos cabelos mais claras é adepta das luzes californianas.


Como o próprio nome já diz, as luzes californianas foram inspiradas naquele visual praiano com os cabelos mais claros dos surfistas da Califórnia, nos Estados Unidos. Por aqui, esta técnica se popularizou nas últimas estações por trazer um visual iluminado e com ar bronzeado por muito mais tempo. As luzes californianas é um tipo de coloração que tem como objetivo deixar as pontas dos cabelos mais claras (ou mais escuras).

Para chegar ao tom ideal, sem exageros e da maneira mais natural possível, cada profissional usa uma técnica diferente. Alguns utilizam o descolorante no pente para clarear apenas os fios desejados; outros desfiam ou usam papel laminado para deixar os fios na nuance ideal. A Revista da Mulher conversou com três especialistas em cabelos e selecionou sete motivos para as mulheres apostarem nas luzes californianas. Confira! 

1 - Camuflam cabelos brancos

Wilson Eliodorio, hairstylist e makeup artist do Salão WES explica que as luzes californianas conseguem ocultar aqueles indesejados fios brancos. “Para quem tem cabelos brancos pode manter as raízes sem fazer novos highlights. Resumindo, uma manutenção mais tranquila, além do ar despojado e moderno”, analisa. 

2 - Indicadas para todas as tonalidades...

Eliodorio afirma que as luzes californianas são indicadas para todas as tonalidades de cabelos. “Os mais vistos são raízes neutras, na altura de 6 ou 7 cm e pontas claras que variam do louro médio ao platinado. Mas pode ser feito em qualquer tom. O importante é que o dégradé fique perfeito”, diz. 

A hairstylist Kátia Kall, da Galeria Recorte, explica que as nuances variam de acordo com a cor da raiz dos cabelos. Para loiras, tons dourados, platinados e acobreados são os mais indicados. Já os fios pretos e castanhos podem ganhar luzes até dois tons acima da cor natural do cabelo. No caso dos vermelhos, a recomendação são os tons acobreados e dourados.  

3 - E para todos os tipos de cabelos

Este tipo de coloração pode ser feita em cabelos lisos, mas também nos cacheados e afros. A diferença está na espessura das mechas e nos produtos utilizados, que precisam estar em harmonia com o tipo de cabelo. “Existe todo um cuidado, pois diferente do que muitas pessoas pensam, o afro é um cabelo mais sensível. Os procedimentos mudam pelo cuidado maior com o fio mais frágil, porém o resultado é o mesmo e fica lindo!”, analisa a cabeleireira e maquiadora Gorete Aguiar, do Coiffeur Oscar Freire. 

Beyoncé com as pontas dos cabelos mais escuros.


4 - Suavizam a expressão do rosto

Dependendo da altura das mechas, a técnica ajuda a destacar (e esconder) alguns traços do rosto. Tons claros na altura da mandíbula, por exemplo, ajudam a deixar a face mais iluminada. Já o contraste entre o tom de pele e o cabelo pode dar a impressão de afinar os traços do rosto.  “As luzes californianas suavizam a expressão e dão leveza ao visual”, explica Kátia Kall. 

5 - Economia na manutenção

As luzes ou mechas californianas vieram para ficar, já que é um procedimento que não requer manutenção mensal. É ideal para mulheres que não conseguem para ir periodicamente ao salão. “No momento atual de crise, acredito que ter um tempo maior para o próximo retoque é um dos grandes atrativos das luzes californianas. Os retoques podem ser feitos no prazo de três a cinco meses”, completa Kátia. 


6 - Renovam o visual

A coloração na ponta dos fios é capaz de repaginar um visual inteiro de uma mulher. As luzes californianas conseguem deixá-la mais jovem, com o rosto iluminado e com aquele aspecto bronzeado de quem vai a praia o ano inteiro. 

“Na verdade não existe o cabelo ideal, se o cabelo tem um fio bem tratado e o profissional faz uma avaliação para verificar a elasticidade do cabelo e, ele está em perfeito estado, porque não fazer? Basta adequar os tons ao tipo de pele e cor do cabelo original, o que varia muito de mulher para mulher”, diz Gorete Aguiar.

7 - Servem como desculpa para cuidar dos fios

Se a mulher não está acostumada a cuidar dos fios periodicamente, com a química nos cabelos esse processo muda: é preciso cuidados antes e depois da coloração para manter os fios hidratados e fortes. Usar um sérum, leave-in e fazer cortes periódicos também ajudam a manter a beleza dos fios. 

É sempre bom, ainda, intercalar tratamentos de reconstrução e nutrição dos fios no período pós-química.  “A hidratação é essencial para manter a maleabilidade e brilho dos fios. Faça a cada 10 dias em casa e, ao menos uma vez por mês, no salão”, orienta Gorete. 

Copyright foto: BT1/WENN.COM/Peter Kramer/NBC/AP/SIPA

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto