Como cuidar dos cabelos crespos

Cibele Maciet

Hoje em dia o cabelo afro é assumido com orgulho pelas mulheres. Aprenda a cuidar das suas madeixas e a esbanjar cabelos bonitos e saudáveis

A palavra de ordem para os cabelos secos é a hidratação


Assumir o cabelo afro era tabu até pouco tempo atrás no Brasil. A moda era cabelo liso e louro, bem diferente dos padrões brasileiros. "As mulheres têm que valorizar esse tipo de cabelo, que é maravilhoso", dispara Fabinho Araújo, cabeleireiro da atriz Karina Bacchi. "Sem medo de ser feliz, a mulher ‘crespa’ está na moda", revela o hair stylist. Mas como cuidar dos cabelos dessas mulheres, tão ressecados e quebradiços?

Hidratação em massa

"Com muita hidratação: por ser um cabelo extremamente seco e difícil de ser manuseado, ele exige muito mais cuidados que um cabelo liso", explica Fabinho. A ideia é investir em cremes sem enxágue para desembaraçar os fios - em quantidade mínima, senão o cabelo fica emplastrado - silicone para deixar o fio sem frizz e, principalmente, óleo de coco, um santo milagreiro para todo tipo de cabelo", detalha.

Os cabelos crespos possuem cachos muito apertados, o que impede o sebo natural do cabelo penetrar nas mechas e hidratar naturalmente os fios. Para hidratar essas madeixas em profundidade, existe uma técnica: "selar" a hidratação, que consiste em molhar os cabelos (a água hidrata os fios), para depois aplicar manteiga de karité ou óleo de coco (que nutre as mechas), para que a água não "escape" e entre na fibra capilar. Uma maneira simples de usar esse método é colocar água e óleos essenciais num borrifador e aplicá-los nos cabelos. Para a mistura use duas colheres de sopa de óleo essencial de jojoba, rícino ou hortelã e o resto de água. Em seguida é só passar a manteiga de karité.

Outra forma de hidratação é utilizar o calor para abrir a estrutura capilar e fazer entrar os produtos, com uma touca térmica ou envelopando os cabelos numa toalha quente por alguns minutos. Para o enxágüe, vinagre branco para fechar as estrutura e dar brilho. O ideal é fazer uma boa hidratação uma vez por semana.

Frequência de lavagens

Em relação ao xampu, de preferência escolha um sem sulfato (sem sal), para não agredir os fios - o detergente presente em xampus tradicionais resseca profundamente os cabelos. Esses produtos estão cada vez mais na moda, e já se encontram boas marcas no mercado. Detalhe: eles não fazem espuma, mas limpam profundamente. Então, não se assuste: não parece, mas eles fazem efeito.

Lavar os cabelos uma a duas vezes por semana é o mais indicado para uma boa higiene capilar, mais que isso é desnecessário. Mesma coisa para o condicionador: aplique-o cada vez que lavar os cabelos.

Não à química!

Evite os alisamentos e tinturas, eles danificam muito os cabelos. "Sou contra química, a não ser que você tenha cabelo branco - para isso indico o uso de um tonalizante por ser meus agressivo", diz. "E porque nem todo mundo pode ser loira como a Beyoncé, gosto muito de pontos de luzes para dar uma boa iluminação nos fios. Os famosos contour também são uma ótima solução", acrescenta o hair stylist.

Mas se mesmo assim a escolha cair sobre a tintura, atenção: se os fios já eram secos, a tendência é piorar. A solução é hidratar ainda mais, duas vezes por semana é o suficiente para manter a coloração e não deixar os cabelos ressecarem.

Qual é o melhor pente para os cabelos crespos?

O mais difícil na hora de pentear os cabelos crespos é ter que desembaraçá-los primeiro. Por isso, para o uso quotidiano, o melhor pente é o de dentes largos (o de dentes finos tem a tendência de quebrar os fios). 

Divida o cabelo em mechas e desembarace devagarzinho, em cabelos secos ou molhados, depende de sua preferência. Em seguida, lance mão da escova com cerdas de javali, que desliza suavemente nos cabelos sem quebrá-los, possibilitando, assim prendê-los num coque ou rabo de cavalo. 

Há quem prefira os pentes redondos com dentes pequenos e finos. Se for essa sua opção, comece sempre pelas pontas indo em direção à raiz. Aplique um leave in e segure as mechas com as mãos para evitar os cabelos quebradiços. 

Uma boa dica é começar a desembaraçar os cabelos com um pente já na lavagem, antes de aplicar o condicionador.  Outra boa sugestão é sempre ter no banheiro o vaporizador com água e óleos essenciais para borrifar nas mechas antes de penteá-las: assim os produtos penetram nos fios mais facilmente, além de ajudar na hora de pentear.

Ose nos cortes de cabelo

O corte tendência da temporada para os cabelos afros é o short cut. Para quem tem os fios crespos ou cacheados e quer aderir à moda, confira o que Wilson Farias e Willie Mitchel, dupla especializada em cabelos étnicos, indica: “Os short cut (cortes curtos) estão super em alta. A tendência para 2017 e o double side cut, mais curto nas laterais, raspado com máquina altura 2 e 4 e colorido em tons louro médio e avermelhado”, afirma Wilson. “O curto texturizado com esponja, mini dreadlooks com as laterais mais curtas e falso moicano preso nas laterais também são ótimas opções”, acrescenta.

Para quem deseja mudar radicalmente, Wilson também recomenda uma boa consultoria profissional. “Primeiramente a pessoa precisa estar decidida e sem medo. Depois, é preciso sentar com o profissional que vai executar o serviço e conversar muito para não haver decepção”, conclui.

Para os dias quentes da primavera e verão, naturalidade e volume são as grandes apostas para os fios crespos. “A tendência são fios mais naturais e com volume, cabelos desconstruídos e despojados sem perder o ar de arrumado. Alguns exemplos são as madeixas de Juliana Paes, Tais Araújo e Sheron Menezzes”, destaca Bruno Dantte, hair stylist especializado em cabelos étnicos. 

Tais Araújo e Sheron Menezzes.


Para cada fase da vida, o ideal é investir em um look. O cabeleireiro destaca como cada mulher pode mostrar sua essência. “Até os 20 anos, é hora de ousar no corte. Já para quem está mais próximo dos 30, recomendo cabelos longos com várias camadas”, orienta. Às balzaquianas, Bruno Dantte afirma que o ideal é experimentar o long bob. Já para quem tem mais de 50 anos, Bruno aconselha o uso dos clássicos como o Chanel de base igual, por exemplo.

Aposte nos produtos certos

Existem linhas específicas para cuidar dos cabelos afros, confira nossa seleção logo abaixo:


1. Spray Umidificador Divino Brilho da Salon Line. Preço sugerido: R$ 16,90. 
Indicado para cabelos cacheados, crespos, volumosos e em transição, ele garante desembaraço e efeito molhado.

2. Cacheou! Shampoo Natural Poo 200 ml. Preço sugerido: R$  32,00. 
Cacheou! Condicionador Co-Wash 200 ml. Preço sugerido: R$  35,00. 
Cacheou! Ativador de Cachos 250 ml. Preço sugerido: R$  40,00. 
Cacheou! Gel Modelador de Cachos 250 ml. Preço sugerido: R$   31,00.

A  Linha Cacheou! Natural Poo da Surya Brasil é livre de sulfatos. Os produtos foram desenvolvidos  com a técnica  “pouco shampoo e sem shampoo" e toda a linha  é composta pelo óleo de pequi, também conhecido como “ouro do cerrado”, por ter propriedades naturais que garantem a definição dos cachos e a redução de frizz.

3. Maionese Capilar (Definição Divina) da Salon Line. Preço sugerido: R$ 15,00. Indicado para cabelos crespos, ele proporciona volume, hidratação e a melhor definição para esse tipo de fio, sem efeito umidificador. 

4. Shampoo TRESemmé Selagem Capilar Crespo Original. Preço sugerido: R$12,99. Especialmente desenvolvido para mulheres que mantém e gostam de cachos naturais, é enriquecido com aminoácidos e manteiga de karité.

5. Máscara Ultra Nutritiva e Ativador de Cachos da Viscaya. Preços sugeridos: R$ 17,00 e R$ 20,90. Indicados para cabelos cacheados, a máscara proporciona hidratação, balanço e maciez para os cachos, deixando-os saudáveis e ajudando a definir suas curvas com brilho. O ativador de cachos é um finalizador sem enxágüe indicado para reduzir o volume e deixar os cachos definidos.

6. Óleo Absoluto de Coco Cachos Sim! da Haskell. Preço sugerido: R$ 35,00. Proporciona hidratação, condicionamento e nutrição intensas aos cabelos cacheados. 


Copyright fotos: iStock e Divulgação 

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto