Mechas californianas, ombré, bronde, texanas: entenda as diferenças entre as técnicas

Cibele Maciet

Entenda como funciona cada uma das técnicas antes e confira as dicas para não errar na hora de clarear os cabelos

Izabel Goulart, Chiara Ferragni e Jennifer Lopez


Os antigos reflexos loiros, que eram feitos com frequência pelas brasileiras há algumas décadas, parecem ter perdido seu posto. De um tempo para cá, surgiram várias outras técnicas, menos carregadas e agressivas, para os fios: mechas californianas, ombré, bronde e texanas, só para citar algumas.  Propulsoras de novas tendências capilares, as celebridades exibem a cada estação novidades que os hair stylists se encarregam de reproduzir nos salões. Para entender melhor cada uma delas, A Revista da Mulher explica uma por uma com exemplos de famosas que adotaram a tendência. Vamos lá?

Mechas californianas

Vanessa Hudgens e Sarah Jessica Parker.


A famosa técnica, que virou febre mundial, foi inicialmente inspiradas nos cabelos dos surfistas. Os esportistas têm as pontas dos cabelos descoloridas e bem mais marcadas que o resto devido ao uso de parafina para proteger os fios do sol e da água do mar. 

Aqui, a ideia é deixar um espaço de cinco dedos - ou mais para os cabelos mais compridos -, entre as mechas e a raiz. Os fios serão clareados em tonalidades que variam entre acaju, cobre, loiro, castanho médio e até tons como rosa, azul e laranja (que também pode ser chamado de dip-dye). A atriz Sarah Jessica Parker é adepta da tendência e Vanessa Hudgens já usou o efeito nos cabelos. Podem ser feitas em todas as cores de cabelos.

Mechas ombré 

Salma Hayek e Vanessa Biel.


A técnica é quase a mesma da californiana, mas com uma diferença: as mechas são feitas sete dedos abaixo da raiz em até quatro tons aproximados da cor natural dos cabelos, com as pontas em um tom mais claro.

O efeito degradé é bem mais natural e misturado ao fundo do cabelo. A intenção é iluminar as madeixas, discretamente. Também podem ser feitas em qualquer tonalidade de cabelos. A modelo Iza Goulart e as atrizes Jessica Biel e Salma Hayek são adeptas das mechas ombré.

Cabelos bronde 

Camila Coutinho e Olivia Palermo.


Criado especialmente para os cabelos castanhos, o bronde, mistura de brown e blonde, não chega a ser mecha. São reflexos dourados feitos na totalidade do cabelo, dando volume aos fios castanhos. Entre o loiro e moreno, é uma boa pedida para morenas cansadas do look sempre igual.

Para quem tem os cabelos muito escuros, uma solução é tingir os fios de castanho, para, em seguida, fazer as luzes douradas. A cantora Jennifer Lopez adotou o bronde hair há pouco tempo, além das blogueiras Camila Coutinho e Olivia Palermo.

Mechas texanas

Fernanda Vasconcellos e Lily Aldridge.


Quase como o ombré, mas com uma diferença: as mechas são feitas por baixo das madeixas. Também em degradé, mas começando a partir da altura da raiz e podendo chegar até quatro tons de loiro.

Para quem deseja fazer esse tipo de técnica, é indicado não deixar as tonalidades muito diferentes umas das outras para não criar contrastes. A blogueira Chiara Ferragni exibe as madeixas texanas há algum tempo, além da atriz Fernanda Vasconcellos e da modelo Lily Aldridge.

Cuidados antes de realizar as mechas

Antes de correr para o salão para clarear os cabelos, é preciso muita atenção na escolha do tom a ser aplicado, para que ele combine com a pele e o resultado seja harmonioso. Thayane Sant’Anna, hair stylist do Essencial Beauty & Hair recomenda que, para evitar uma decepção com o resultado final, o ideal é conversar muito bem com o profissional antes e explicar exatamente o que se espera da intervenção.

Outra dica é hidratar os fios antes de realizar a coloração e  fazer um teste de sensibilidade para verificar se existe algum componente do produto escolhido que provoca reações ou alergias. O ideal é fazer o teste 24 horas antes da aplicação.

Uma dúvida recorrente para quem decide mudar o visual fazendo mechas é sobre a necessidade de descolorir os fios antes. “A descoloração não é necessária em todos os casos para mudar de cor e não são todos os cabelos que resistem ao procedimento. Também é preciso fazer um teste, para verificar a resistência e reação”, explica Thayane.  

Dicas para cuidar dos cabelos tingidos

Depois de realizada a técnica, a especialista aconselha efetuar hidratação constantemente, para manter os cabelos bonitos e saudáveis. “Eu recomendo que se faça a hidratação pelo menos uma vez por semana, pode ser em casa mesmo. E, no mínimo, uma vez por mês é importante ir até o salão para fazer uma reconstrução mais profunda”, salienta a hair stylist. Esse é o método mais eficaz para prolongar a saúde e evitar o ressecamento dos fios.

Segundo Thayane, também é ideal utilizar shampoo e condicionador específicos para cabelos coloridos, que favorecem um cuidado mais especial e ajudam a manter a cor e o brilho por mais tempo. 

Copyright fotos: PICTURE PRESS EUROPE/SIPA /HPA/NEWSCOM/SIPA/Rex Features/REX/SIPA/Greg Allen/Rex Featur/REX/SIPA/Eduardo Martins/AgNews             

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto