Música para casamento: como acertar na escolha entre banda ou DJ

Jessica Krieger
A música é um dos itens fundamentais para a animação e sucesso da festa

A música precisa combinar com o estilo dos noivos e também da festa.


Dos arranjos de flores à escolha dos itens da mesa de doces, os noivos esperam que tudo saia perfeito no dia do casamento. E não existe uma experiência completa na celebração das bodas se a música não tiver de acordo com o estilo e vibração da festa. É ela quem vai pautar a diversão dos convidados e o mood do evento. Por isso, no momento da contratação deste tipo de serviço sempre surge a dúvida: na música para casamento, vale a pena apostar numa banda ou DJ?
 
Segundo Thiago Barreto, Gerente Comercial e Marketing da Paris Vegas, a cerimônia de casamento em si pede pela escolha de uma banda, que toque músicas numa conotação mais lírica. “Já a festa pode envolver um mix entre os dois mundos: a presença de uma banda para tocar sucessos e preferências do público e noivos, e também um DJ para execução de alguns ritmos que podem faltar no repertório da banda, ou que sirva de alternância durante intervalo de sets”, pontua.
 
Mas antes de escolher entre um ou outro, é importante levar em consideração todos os aspectos que permeiam a festa, e especialmente o gosto musical dos noivos. “A construção de um setlist para o casamento deve priorizar o perfil dos convidados e suas preferências, bem como músicas que estão nas paradas atuais de sucesso”, completa Barreto. “Assim, a festa será do agrado de todos, mas sem perder o toque pessoal”. 

Interação com o público

Não há dúvidas que uma banda tem mais apelo junto aos convidados quando o assunto é música para casamento. Mas, ao mesmo tempo em que anima o público com melhor qualidade sonora, também possui custos mais elevados. Daniela Minossi da Blossow Assessoria e Produção de Eventos, explica que, no caso da escolha da banda, a energia transmitida por meio de coreografias e brincadeiras deixa a festa ainda mais divertida.
 
“Com a banda, há motivação para que seus convidados realmente dancem. O problema é que as bandas geralmente são limitadas na variedade musical e necessitam de pausas. Quando não há um DJ contratado, o intervalo diminui a energia da festa”, explica. Além disso, muitas recepções duram de quatro a seis horas – o que pode ser muito tempo para uma banda tocar. 

Música boa sem pausas

Contratar um DJ que toca full time sem descanso pode ser a melhor opção no quesito música para casamento. Ainda mais se a intenção é fazer uma festa que só termine quando o sol raiar. “A variedade de músicas de um DJ é muito grande e pode agradar a amigos e familiares. Além do prelo mais acessível, os DJs possuem uma maior quantidade de músicas para todos os gostos”, diz Daniela.
 
Com tanta variedade, cabe aos noivos fazer uma pré-seleção das canções que marcaram sua trajetória antes de autorizar o DJ a tocar horas a fio. Afinal, a música é a alma da festa. “E se falhar, a celebração ficará marcada com a impressão do tipo: estava lindo, mas as músicas....”. 

Música para casamento: dicas para escolher

 Os assessores de eventos Thiago Barreto e Daniela Minossi concordam que a escolha das canções deve ter a cara dos noivos e combinar com o estilo do evento. Confira algumas dicas para não errar na música para casamento:
 
  • As músicas resgatam a trajetória do casal: por isso, é importante escolher canções marcantes para ambos; 
  • A banda possui um grau maior de interação com o público, mas o DJ pode trazer ritmos de difícil execução e tocar por muito mais tempo; 
  • Alinhe sempre e com antecedência a escolha dos principais ritmos músicas da festa. Se possível até o horário para execução é importante para determinar o fluxo musical (e o ânimo) do evento; 
  • Faça uma pesquisa sobre as músicas que seus convidados gostam, ou ritmos musicais que sejam da preferência deles; 
  • As bandas e DJs geralmente fazem audições para apresentação do seu material de trabalho. Procure conhecer melhor a opção antes de contratar.

Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto