Saiba como incluir o noivo nos preparativos do casamento

Jessica Krieger
A figura do noivo é fundamental em todas as etapas que envolvem a cerimônia e festa; veja como integrar ainda mais o parceiro na organização do enlace

Sem estresse e com diálogo, a noiva consegue envolver o parceiro em todos os detalhes .


Muitas noivas reclamam que seus parceiros não ajudam na organização do casamento como deveriam. E não é por menos: mesmo sem querer, a maioria delas centraliza todos os preparativos, não deixando o noivo se envolver no processo. Todo esse controle desnecessário acaba gerando conflitos no próprio relacionamento e estresse que pode até culminar em uma tensão pré-casamento

Se por um lado, a mulher deve incluir a participação do noivo em todas as decisões relacionadas ao casamento, por outro, o homem deve ter um olhar mais sensível às circunstâncias. Especialmente mantendo a calma em momentos de exaltação dos ânimos e mostrando interesse diante de cada detalhe do enlace. 

Reconheça os interesses do noivo

Para integrar o noivo no planejamento do casório, a noiva precisa entender quais são seus limites e habilidades, organizando as tarefas de acordo com seus interesses e personalidade. “É fundamental que o casal participe, discuta e deseje juntos este momento. Não há territórios demarcados, com o papel de noivos e noivas definidos e intransponíveis. É importante que o casal converse e entenda como cada um se sente mais confortável na organização. Ouvir e compartilhar suas ideias e gostos dos dois lados”, afirma Patricia Albuquerque, gerente-geral do Zankyou Brasil.

Se a “praia” do noivo não for a decoração, não faça seu parceiro se desgastar com ela. Que tal sugerir atividades que ele possa cumprir sozinho, como organizar alguns serviços, elaborar o cardápio de drinks e até mesmo checar a papelada do casamento

“Historicamente os noivos são envolvidos nas questões mais burocráticas. Geralmente é onde eles ficam mais confortáveis: negociações, contratos, pagamentos. Mas isso já não é mais regra: hoje muitos noivos participam das reuniões com fornecedores e já tem claras suas expetativas para a festa e para a cerimônia”, acredita Patricia. 

Para começar, a noiva deve mostrar fotos dos detalhes que gosta e pedir a opinião dele. Ambos podem fazer as visitas, degustação e verificar preços de cada serviço desejado. Com o envolvimento dele, a cumplicidade dos dois tende a aumentar ainda mais.  

“Os noivos por serem mais práticos e objetivos devem ajudar a ler contratos, definir o que vale a pena ter de gasto dentro da festa, já que a noiva, por ser mais sentimental, quer colocar tudo o que vê de ideias de casamento. Ele pode controlar mais a situação acompanhando a planilha financeira do casamento”, completa Betta Lima, da Betta Lima Eventos. 

Ele não participa...e agora?

Como o casamento é a união dos dois, ambos devem participar da organização da cerimônia e festa. Infelizmente, alguns homens realmente não têm vocação para isso ou simplesmente não se interessam. Mas, como amam suas noivas, acabam aceitando e até começam a gostar da ideia. 

“Acreditamos no diálogo e na conversa ao longo do processo. Se o noivo se sentir importante nas escolhas, ele irá se envolver mais. Entender, já no início da escolha da data, da lista de convidados, da escolha do local..., que este é um momento dos dois. Assim as decisões devem ser tomadas em conjunto. O noivo não deve ajudar, mas se sentir parte fundamental das escolhas e decisões”, acredita a gerente da Zankyou Brasil.  

Juntos em todos os momentos

Abaixo, veja algumas dicas da assessora de casamentos Betta Lima de atividades que o noivo pode realizar na organização do casamento:
  • Cuidar da planilha de custos e ir acertando com a noiva o quanto gastaram e o quanto podem gastar; 
  • Analisar a lista de convidados, vendo quem pode ou não cortar; 
  • Escolher as bebidas e ir com a noiva à degustação do buffet;
  • Selecionar as músicas que ele deseja que toque no casamento, sugerindo banda ou DJ

Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto