Noite de núpcias: dicas para não deixar o momento passar em branco

Ana Paula Cardoso
Sem o peso do tabu da virgindade, a primeira noite de sexo após o casamento passou a ter mais valor emocional. Veja as dicas para tornar sua noite de núpcias inesquecível

Noite de núpcias marca nova etapa da relação.


A virgindade já deixou de ser um tabu, mas a primeira noite de sexo entre os recém-casados costuma ser bastante valorizada. Mesmo os parceiros que já faziam sexo antes de oficializar a relação entendem a noite de núpcias como um marco da vida a dois.  

E não se trata apenas do componente erótico, importantíssimo para o sucesso de um casamento, e sim de uma celebração para comemorar uma nova etapa do relacionamento amoroso. Para especialistas, a noite de núpcias da atualidade talvez seja ainda mais marcante que a do passado. 

"Minha mãe e avó, por exemplo, sabiam que ali era o momento de a mulher perder a virgindade. O casal, muitas vezes, viam-se despidos pela primeira vez. Atualmente, com as relações mais livres, outras questões estão em jogo. E a noite de núpcias pode funcionar como o selo de uma nova etapa que se inicia", comenta a terapeuta de casal Helena Monteiro.

Atualmente, o fator emocional conta tanto quanto o sexual. Foi o caso da fisioterapeuta mineira Patrícia Lima. "Eu desabei a chorar após ter atingido o orgasmo na minha noite de núpcias. Estava emocionada, tinha acabado de ter uma festa linda, com uma cerimônia fora dos padrões, celebrada por uma poetiza. O envolvimento daquela noite transcendeu minhas expectativas. Meu marido primeiro se assustou, mas depois também se emocionou. Rimos e choramos feito dois bobos", conta Patrícia.

Noite de núpcias: dicas para torná-la inesquecível 

Para a psicóloga Helena Monteiro, a reação da fisioterapeuta é muito normal. Inclusive é importante para se cumprir um ritual. "Há casais que não gostam de rituais, não ligam para datas. Mas se a partir do momento que se escolhe celebrar a união com casamento e cerimônia, presença de amigos e família, a noite de núpcias deve ser celebrada também", reforça Helena.

A Revista da Mulher consultou noivas recém-casadas e alguns especialistas para listar algumas ideias de como tornar o 'enfim sós' em uma noite de núpcias inesquecível:

  • Antes da lua de mel. Não deixe a noite de núpcias ser confundida com a lua de mel. Há casais que nem podem viajar logo após a cerimônia, outros viajam na manhã seguinte à festa. Independente de qual for o plano, reserve a primeira noite de casados para passarem juntos. Namorando muito;
  • Bebida sem exagero. Há casais que ficam bêbados passam a noite de núpcias mal. Isso está longe de ser o ideal. Tente aproveitar a festa dançando, interagindo com os convidados e deixe um espaço para tomar um espumante a dois quando forem dormir a primeira noite de casados juntos;
  • Noite em um hotel. Mesmo que seja um hotel na mesma cidade onde os noivos moram, quem tem recursos deve investir em uma noite de núpcias em um 5 estrelas. O serviço e a ambiente costumam ser exemplares e nada como celebrar esta passagem de estado civil em grande estilo;
  • Sob o céu estrelado. Quem for casar no campo ou na praia, pode seguir uma ideia de uma espécie de barraca de camping que tenha a possibilidade de abrir o teto. Assim, o casal poderá fazer amor sob as estrelas, sem correr o risco de praticarem exibicionismo e nem serem acusados de atentado ao pudor;
  • Em casa, com criatividade. Ok. Já foi difícil conseguir juntar dinheiro para fazer a festa e a vida financeira não anda favorável? Nem por isso a noite de núpcias está perdida. Amigas e madrinhas, ou uma irmã da noiva, podem ajudar. Basta o casal dar a chave de casa e confiar. Mudando a decoração do quarto, o casal terá a sensação de quebra da rotina. "Minha irmã preparou tudo junto com algumas amigas. A cama foi forrada com lençóis novos, tinha velas que só faltavam ser acesas. Pétalas de rosa pela cama e chão do quarto. Garrafa de espumante e bombons pela cama. Até a janela foi coberta com papel crepom rosa e acordamos com uma iluminação diferente no dia seguinte", conta a analista de sistemas de Niterói, Amanda Dias. 

Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto