Vestidos de noiva 2 em 1 para arrasar na cerimônia e festa

Jessica Krieger

Modelos que se transformam durante a festa estão em alta, assim como a troca de vestido após a celebração 

Vestido com saia removível da Rosa Chiara.

 

Para muitas noivas, o tradicional vestido de noiva usado na cerimônia de casamento é como uma peça sagrada que não pode ser reutilizada e nem transformada. Outras, preferem que a peça seja modificada no próprio dia do enlace, mudando de estilo para curtir a tão aguardada festa.

Estes vestidos de noiva 2 em 1 viraram febres celebrações onde a mulher quer aproveitar cada minuto da festa e, para isso, opta por cortar uma manga, incluir um acessório e até encurtar a peça escolhida para a ocasião. Além de aproveitar mais a comemoração, o maior benefício deste tipo de vestido é que não há riscos da noiva rasgar a cauda ou destruir a barra. 

Mas, entre as desvantagens está o preço: estes looks normalmente são mais caros e muitas vezes exigem a presença do estilista ou uma pessoa especializada para fazer a transformação. “O que tenho visto mais são noivas que gostam de transformar o próprio vestido, como dois em um, assim também acabam aproveitando um pouco mais o próprio vestido de noiva”, afirma a estilista de noivas Luciana Collet. 

 

Troca de estilos

O estilista bridal Geraldo Couto, conta que os vestidos 2 em 1 são geralmente confeccionados com caudas removíveis ou com saias curtas por baixo que também sejam tiradas na hora da festa. Desta forma, a noiva aproveita os melhores momentos sem se preocupar em estragar o vestido. 

Longo que se transforma em um tubinho curto da Pronovias.


Modelos clássicos como o sereia e evasê podem ser transformados em vestidos mais curtos ou mais justos para os momentos após a cerimônia. Desta forma, ficam dois looks em uma só peça: um mais clássico para a Igreja ou civil e o outro super feminino para a festa. “Os vestidos com mangas também permitem esta retirada,  transformando o look em um tomara-que-caia mais leve para curtir a pista de dança”, acredita Letícia. 

 

Second dress

Assim como o vestido 2 em 1, o second dress se configura como um vestido que a noiva adquire para desfrutar os momentos mais animados do casamento. “Se a noiva optar por dois vestidos mesmo, sugiro que o second dress seja um tubinho ou um modelo godê ou evasê. O mais importante é que ele seja mais confortável que o primeiro vestido”, afirma Luciana. 

O second dress é um vestido despojado, mas que ainda assim respeita os detalhes do primeiro traje, com mais conforto. “Geralmente elas escolhem dois modelos com rendas ou detalhes parecidos para dar uma ponte entre um e outro, sendo que no segundo ela também pode usar para fazer fotos de trash dress”, completa Couto. 

Copyright foto: Pinterest/Pronovias/Rosa Chiara/Amigadanoiva

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto