Esclareça as 10 dúvidas mais frequentes sobre limpeza de pele

Ana Paula Cardoso
Saiba tudo sobre limpeza de pele através das orientações de especialistas

A limpeza de pele ajuda a manter a saúde da face e outras partes do corpo.


Além da rotina diária de retirar a maquiagem, limpar, tonificar e hidratar o rosto, a limpeza de pele feita em clínicas de estética ou dermatológicas é uma medida excelente para ajudar a manter a beleza e a saúde facial, e até mesmo de outras partes do corpo. O procedimento estético serve para higienizar profundamente a pele, retirando todas as impurezas.
 
“O tratamento de limpeza de pele auxilia na extração de comedões brancos e pretos (cravos) e pústulas. Também controla a oleosidade excessiva e previne o aparecimento de acne”, orienta a fisioterapeuta dermato-funcional Natasha Costa, gerente da clínica The Spa, em São Paulo.
 
Uma das principais questões é se o tratamento pode ser feito também por quem tem pele seca. “Todos os tipos de pele se beneficiam do procedimento. No caso da pele seca ela se beneficia pela hidratação profunda. Mas é necessário uma anamnese (consulta com profissional especializado) antes de realizar a limpeza de pele”, explica a fisioterapeuta e proprietária de clínica de estética, Daniele Lucena.
 

Veja 10 dicas de especialistas

1. A partir de qual idade se deve fazer limpeza de pele?
Não existe uma idade certa para iniciar, mas geralmente na adolescência (12-13 anos), os hormônios sexuais causam aumento do sebo pelas glândulas sebáceas, provocando o aparecimento de cravos e espinhas.
 
2.  A limpeza de pele retira somente impurezas ou também manchas?
Ela pode ser realizada no início de qualquer tratamento facial, mas não trata manchas. O procedimento para remoção de manchas é, normalmente, feito com ácidos (peelings) ou cremes à base de ácidos.
 
3. Há diferenças de limpeza de pele para cada tipo de pele diferente? (oleosa, seca ou mista)
Não existe diferença nas etapas do procedimento, mas os produtos utilizados devem estar de acordo com as necessidades da pele. Há produtos específicos para peles normais e para peles oleosas.
 
4. Qual é a frequência com que se dve fazer uma limpeza de pele?
O tempo para fazer uma nova limpeza também difere de acordo com o tipo de pele: para peles oleosas, o ideal é de 15 em 15 dias. Para peles mistas ou secas, uma vez por mês.
 
5. Além do rosto, quais outras partes do corpo devem  ser submetido à limpeza de pele?
O tratamento pode ser feito em outras partes do corpo, como colo e costas, que também sofrem com oleosidade excessiva. Em outras regiões, como o bumbum ou mãos, utiliza-se outros procedimentos como esfoliação ou peeling.
 
6. Quais são os riscos de uma limpeza de pele ecomo evitar qualquer tipo de dano?
Não se pode fazer o tratamento no período de procedimentos com ácidos, laser e peeling mecânico. A pele demora cerca de 48 horas para se recuperar após a limpeza de pele. Todos os procedimentos da limpeza, em especial a extração dos cravos, sensibilizam e irritam a pele. O ideal é ficar 48 horas sem se expor ao sol. Além disso, aplicar filtro solar com, no mínimo, FPS 30, é essencial.
 
7. Em quais casos deve-se evitar realizá-la?
Do contrário do que muitos pensam, a limpeza é contraindicada para remover espinhas, pois pode deixar cicatrizes, além de gerar mais inflamação e agravar o quadro de acne. A limpeza de pele não é recomendada para peles muito sensíveis, que apresentam vermelhidão com facilidade, que sob o sol fazem rubor; as com muita descamação, ou que costumam desenvolver alergias e irritações com facilidade. Pessoas com herpes zoster em crise também devem evitar o tratamento.
 
8.  Homens também devem fazer limpeza de pele?
 A pele do rosto dos homens é muito diferente do de mulheres. Produz mais suor e às vezes tem uma quantidade surpreendente de sujeira, excesso de óleo e substâncias irritantes. Fazer a barba também prejudica a região deixando a pele irritada, com erupções cutâneas e a aparência do cabelo subcutânea. Por isso, o tratamento é muito indicado em homens.
 
9.  Quais profissionais são capacitados para fazer limpeza de pele?
Para efetuar esse procedimento o profissional deve conhecer a anatomia e a fisiologia da pele, fazer uma avaliação detalhada para estabelecer o tipo de pele e sua adequação aos cosméticos e princípios ativos a serem utilizados. Por isso, os profissionais capacitados são dermatologistas, fisioterapeuta e esteticistas.
 
10. Quais são as  técnicas, materiais e aparelhos utilizados para fazer limpeza de pele?
O procedimento é iniciado com assepsia da pele (limpeza com produtos próprios), esfoliação para afinar a camada superficial. Depois é passado um produto chamado emoliente que abre os poros da pele e que associado ao vapor de ozônio facilita a extração dos cravos e acnes. Após a extração, é utilizado um aparelho de alta frequência para cicatrizar e atuar como anti-inflamatório sobre os pontos da pele que sofreram microlesões. Para finalizar, normalmente usa-se  uma máscara específica para cada tipo de pele.
 
Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto