É primavera: 5 novos perfumes florais que são a cara da estação

Uma seleção de lançamentos internacionais e nacionais que são a cara da nova estação 

Lily-Rose Depp nos campos de flor da Chanel.


A primavera chegou e com ela a vontade de inserir mais flores e cores no dia-a-dia, do guarda-roupas ao perfume. A boa notícia é que a época coincide com bons lançamentos internacionais e um nacional de perfumes florais capazes de nos colocar no clima da estação na primeira borrifada.


Chanel N5 L'Eau: R$ 735.


Em novas águas

Lançado em 1921, o Chanel N5, o perfume mais famoso do mundo, ganha sua quinta versão (além do Parfum, já foram lançados ao longo dos anos Eau de Parfum, Eau de Toilette e Eau Première). Batizado de L'Eau, foi idealizado por Olivier Polge, perfumista que assumiu a criação dos perfumes da marca em 2013, substituindo seu pai, Jacques Polge, que permaneceu no cargo durante 37 anos. 

O novo N5 mostra uma vontade de rejuvenescer a icônica fragrância, normalmente associada à imagem de uma mulher madura. Para conseguir o resultado, Olivier manteve os ingredientes da composição original como a cobiçada rose de mai (a rosa centifólia que só floresce na região de Grasse) e o jasmin de Grasse no coração, mas reforçou as notas cítricas e acrescentou cedro aliado a notas talcadas. O resultado é um perfume mais jovem e fresh, bem representado por Lily-Rose Depp, a filha de Johnny Depp e Vanessa Paradis, rosto da fragrância.


Rose des Vents, Louis Vuitton: US$ 240.


Sopro de rosa

Setenta anos após seu último perfume, a Louis Vuitton acaba de lançar uma coleção de sete fragrâncias criadas por Jacques Cavallier Belletrud, o perfumista da casa. Entre elas, a Rose des Vents, que conta, claro, com um buquê de rosas que, como se estivesse em contato com o vento, incorpora outras notas como íris, cedo e pimenta.


La Femme Prada: 70 euros.


Força feminina

Depois de uma coleção unissex (Les Infusions de Prada) em torno da íris, a marca italiana separa homem e mulher em dois lançamentos simultâneos: La Femme e L'Homme. A versão feminina explora uma nova flor, a frangipani, cujo aroma tropical (que lembra um pouco jasmin e a gardênia) é associado ao ylang ylang, vanila e vetiver.


Rose Couture, Elie Saab: R$ 300.


Rosa pop

Uma rosa açucarada, mas na medida. É assim o Rose Couture, novo perfume de Elie Saab - uma versão do Elie Saab Le Parfum, lançado em 2011. Criado por Francis Kurkdijan, o floral gourmand leva pétalas de rosa, flor de laranjeira, baunilha, patchuli e cedro, que quebra a austeridade da rosa, garantindo um resultado mais pop.

Esta Flor - Flor de Laranjeira, Natura: R$ 170.


Eau de laranjeira

A flor de laranjeira, vinda do Marrocos (a qualidade mais intensa), é a protagonista do novo Eau de Parfum da Natura, Esta Flor - Flor de Laranjeira. Criada por Verônica Kato, perfumista da marca brasileira, em parceria com a francesa Louise Turner, a fragrância conta ainda com cítricos nas notas de saída e madeiras cremosas no fundo.

Copyright fotos: Divulgação

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto