Suplemento de colágeno: firmeza da pele é o grande benefício

Ana Paula Cardoso

Saiba por que o suplemento de colágeno entra como aliado para manter corpo e pele mais tonificados

Suplemento de colágeno mantém pele firme e previne rugas.


Encontrado em alimentos, principalmente os de origem animal, o colágeno é uma proteína responsável pelas fibras elásticas de tecidos do corpo – incluindo ossos, pele, dentes e músculos. Para se ter um corpo mais firme sem aumentar o consumo de carnes, a ingestão de suplemento de colágeno é a solução.

Como explica a médica cirurgiã-plástica Monica Okamoto, entre as principais funções e os benefícios do colágeno, está o fato dele contribuir com a integridade estrutural dos tecidos em que está presente

“Ou seja, ele desempenha no nosso corpo papel semelhante ao das barras de aço em uma construção civil”, ilustra a Dra. Mônica. Desta forma, o colágeno preserva a elasticidade da pele e reduz o aparecimento de rugas e linhas de expressão.

Benefícios do colágeno

Estudos comprovam que a substância é uma das maiores aliadas na prevenção de flacidez da pele do rosto e do corpo. “Além disso, o colágeno proporciona saciedade, o que contribui para o controle do peso”, acrescenta a nutricionista Marcia Del Grandi.

Segundo as especialistas, os benefícios da substância são inúmeros, com destaque para:

  • melhoria da firmeza da pele;
  • hidratação dos tecidos;
  • proteção dos danos das articulações; 
  • auxilia no tratamento da osteoporose
  • prevenção do envelhecimento;
  • é anti-hipertensivo;
  • protege contra úlcera gástrica.

Razões para usar suplemento de colágeno

Conforme esclarece Marcia Del Grandi, por volta dos 30 anos de idade, o corpo diminui a produção natural de colágeno e estima-se que a perda seja de 1% ao ano. A partir dos 55 anos, o corpo produz, em média, apenas 34% do colágeno de que necessita.

“Nosso corpo produz o próprio colágeno, desde, e principalmente, na fase embrionária. Mas com o início da fase adulta o organismo diminui sua produção, tornando-se necessária a suplementação”, explica a médica Monica Okamoto.

Além da redução na produção natural da proteína pelo organismo, outro motivo para justificar o uso de suplemento de colágeno é evitar o risco de aumento de peso. 

Para suprir as necessidades da substância no corpo, seria necessário o aumento da ingestão de carne bovina, peixes e frango. Na sua composição, estes alimentos ricos em colágeno, mas também são ricos em gorduras saturadas

“O consumo em excesso destes alimentos pode ocasionar desequilíbrios alimentares e danos à saúde. Uma maneira saudável de repor essa proteína é consumindo suplementos à base de colágeno”, orienta a nutricionista Marcia Del Grandi.

Tipos de suplementos de colágeno

As especialistas orientam que a matéria-prima para a produção de suplementos de colágeno vem de diversas espécies animais (bovinos, suínos, peixes). No Brasil, a maior parte é proveniente dos subprodutos da indústria de carne bovina.

Os suplementos de colágeno são comercializados principalmente na forma hidrolisada - fragmentos menores de colágeno de forma que possam ser absorvidos pelo trato gastrointestinal - e gelatina.

“As pesquisas mostram que o colágeno hidrolisado em pó é um eficiente aliado contra processos de flacidez tecidual e quando aliado à atividade física, torna-se uma excelente fonte proteica, capaz de sintetizar massa magra”, informa Marcia Del Grandi.

Facilmente encontrados em lojas de produtos naturais e de suplementação alimentar. Algumas marcas de suplementos de colágeno costumam incluir em sua composição vitaminas e minerais que potencializarão seus efeitos. Caso da vitamina C.

Outra forma segura de obter colágeno é através da gelatina de algas. “É possível consumi-la preparada ou mesmo em pó, adicionando aos sucos, batidas, shakes e iogurtes”, indica a nutricionista.

Restrições ao uso do suplemento de colágeno

As contraindicações do colágeno são para pessoas com alergia ou intolerância alimentar aos ingredientes da formulação do produto escolhido, por isso é imprescindível conferir o rótulo.   

Também pessoas que apresentam qualquer problema no metabolismo das proteínas ou outra patologia com restrição ao consumo de substâncias de origem animal.

"Vale ressaltar: procure um profissional adequado antes de consumir qualquer suplemento, mesmo que natural, como o colágeno", reforça a nutricionista.

Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto