5 dicas para controlar a oleosidade da pele nos dias quentes

Fernanda Lima

Escolher os produtos corretos e investir em uma alimentação saudável são algumas das dicas da expert para cuidar da cútis no verão

Saiba como cuidar da pele oleosa no verão. © iStockphoto.com/paultarasenko


Quem tem pele oleosa, sofre ainda mais nos meses mais quentes. Isto porque o calor faz com que as glândulas responsáveis por produzir a transpiração entrem em produção excessiva para manter o corpo numa temperatura mais baixa. Consequentemente, a produção de oleosidade das glândulas sebáceas também aumentam com o calor, deixando a pele com aspecto brilhoso.

Além disso, explica Thaís Carvalho, fisioterapeuta dermato-funcional da Onodera Estética, a oleosidade aumenta ainda mais ao entrar em contato com óleos - como bronzeadores e protetores solar - sal do mar e suor. 

O problema não para por aí: estes fatores, aliados ao sebo produzido pela pele, também podem entupir os poros com resíduos, causando espinhas e cravos. A alta incidência de radiação UVA e UVB no verão ainda pode manchar a pele. Os cuidados, portanto, precisam ser redobrados. Simples atitudes incorporadas na rotina podem fazer a diferença. Confira.

Cinco dicas para controlar a oleosidade da pele

Abaixo, Thaís separou cinco truques para cuidar da pele no calor e deixá-la livre da oleosidade durante toda a temporada:

  1. Escolha o protetor solar correto. Além do fator de proteção, é necessário atentar-se a textura indicada para cada tipo de pele. Pessoas com pele oleosa devem optar por protetores leves. É indicado o uso de produtos em gel, oil-free ou gel-creme.
     
  2. Mantenha a pele hidratada. A pele oleosa precisa de hidratação. A aplicação deve ser diária, ao acordar e antes de dormir. Contudo, é necessário cuidado na hora de escolher do produto. “Durante a noite, as glândulas sebáceas começam a produzir o sebo. O resultado é a superprodução de oleosidade e entupimento dos poros, deixando-os dilatados. Dê preferência a hidratantes oil-free, com ácido salicílico e glicólico na composição. Geralmente, esses produtos têm absorção rápida e deixam a textura leve”, destaca Thaís. 
     
  3. Tenha uma alimentação saudável. Uma alimentação desequilibrada pode ser nociva para a pele. É muito importante evitar alimentos gordurosos, como frituras ou produtos industrializados, e apostar em alimentos ricos em vitamina C, que ajudarão nas inflamações e no controle da oleosidade excessiva. Além disso, é importante ingerir, no mínimo, dois litros de água por dia para garantir a eliminação de toxinas que podem causar inflamações. 
     
  4. Não exagere na maquiagem. Alguns produtos podem obstruir os poros. Para isso, escolha produtos com silicone na formula, que age como um filme protetor na pele sem penetrar e obstruir os poros.
     
  5.  Faça procedimentos específicos. “Para remover impurezas da pele e promover a limpeza dos poros, indicamos a limpeza de pele, pela qual é feita uma limpeza manual com vapor e ionização (opcional), evitando ressecamento ou a oleosidade excessiva”, finaliza a profissional. 

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto