Sala cinza: dicas e fotos para acertar na decoração

Raphaela Ribas
  • Acolhedor, elegante e versátil, o cinza é a cor ideal para compor a decoração de salas, seja como cor principal ou aliada a outros elementos 

    O cinza pode ser o protagonista da sala quando misturam-se tons e texturas © iStockphoto.com/KatarzynaBialasiewicz


    Para alguns, o cinza pode parecer meio insosso, sem vida, e até mesmo frio. Na decoração, porém, a história é bem diferente. A cor é uma grande aliada, especialmente para as salas. Ao mesmo tempo em que é neutra, cria um espaço acolhedor e elegante, podendo ser a protagonista ou apenas uma base chave para a composição com outros elementos.

    A cor cinza na sala pode vir em vários tons, do acimentado ao grafite, e em texturas diversas, como rústicos na parede e tecidos robustos nos sofás ou fino nas cortinas. Isso sem contar que é um coringa na paleta, pois  também vai bem com preto, branco, madeira e cores mais fortes, como amarelo e roxo.

    Segundo a arquiteta Carmen Zaccaro, o cinza na sala aquece o ambiente, principalmente na tonalidade de cimento. “Além disso, a cor é super neutra e permite combinações com cores e materiais variados”, explica.

    A arquiteta Babi Teixeira destaca, ainda, a elegância dos tons de cinza na sala. “Além de ser uma base neutra e elegante, a cor cinza nos dá mais possibilidades, pois conversa muito bem com as outras cores. Se quiser ousar um pouco mais nos adornos, nas obras de arte, colocando algum complemento com mais cor, o cinza não briga com outros matizes”, afirma Babi.

    Já a arquiteta Bianca da Hora acrescenta que, pela sua versatilidade, o cinza é uma cor que facilita bastante o uso de outros complementos na decoração. “Como é o caso da madeira, de cores mais fortes e até no uso de tonalidades variadas do próprio cinza, seja em revestimentos ou mobiliário.”

    A Revista da Mulher selecionou algumas salas com cinza em sua decoração, em diversas texturas, materiais e combinações para você se inspirar. Confira aqui:

  • Base contemporânea

    Base cinza realça peças de design e tons vibrantes na sala © MCA Estúdio


    Na reforma desse apartamento à beira-mar no Leblon, a arquiteta Carmen Zaccaro decorou a sala com cinza e madeira como bases predominantes para deixar o ambiente com uma pegada contemporânea. Em contrapartida, acrescentou peças de design e cores vibrantes para compor um espaço também despojado e moderno.

  • Cantinho acolhedor

    Leveza a partir da combinação delicada entre o cinza-claro e a madeira © Denílson Machado/MCA Estúdio


    Nessa sala de jantar, a arquiteta Bianca Da Hora usou o cinza em diferentes texturas, tanto no tijolinho à vista na parede, quanto no laqueado do balcão que faz a divisão com a cozinha. Segundo ela, a madeira foi a escolha para contrapor e aquecer, tornando o espaço mais acolhedor.

  • Texturas nas paredes e armários

    Sala de estar integrada à cozinha com diferentes versões de cinza © Denílson Machado/MCA Estúdio


    Já nessa sala integrada, a arquiteta Bianca da Hora fez do cinza o protagonista, misturando-o em quatro texturas e tons. Enquanto o tecido do sofá e das almofadas é mais claro, os armários são em cinza-escuro opaco e as luminárias em parte cromadas. O destaque é a parede em tijolinho no tom acimentado

  • Acinzentou geral

    O vermelho é vibrante e perfeito para quebrar a monocromia do cinza © Elodie Rothan


    Para quem é mais ousado, que tal deixar tudo cinza de vez e trazer cor ao ambiente com um vermelhão? Embora o cinza seja neutro, o segredo para que não fique exagerado é recorrer às diferentes tonalidades e mesclar com cores mais vibrantes como o vermelho

  • Mais discreto

    Cinza discreto
    Base neutra na sala permite cores mais fortes nos adornos © MCA Estúdio


    Para abusar do jogo de cores alegres, como amarelo e vermelho (e as almofadas coloridas), a designer de interiores Rosa Prado usou a base cinza no tapete e sofá. O apartamento é todo jovem e despojado e o cinza é um tom que consegue unir praticidade no dia a dia e ser moderno.

  • Com amarelo

    Dobradinha entre amarelo e cinza é sempre elegante © iStockphoto.com/poligonchik


    Outra cor que combina muito com o cinza na decoração de salas é o amarelo. A cor é preferida de muitos moradores por levantar o astral e, ao mesmo tempo, ser delicada. Nessa sala, as duas cores reinam. A cor de ouro no tapete e poltronas; e o cinza na parede e sofá. Destaque para o preto que, nos detalhes, dá um toque de elegância.

  • Explosão de cores

    Sala com muitas cores precisam de um tom sombrio e neutro © iStockphoto.com/KatarzynaBialasiewicz


    Cores vibrantes como amarelo-canário, rosa-choque, laranja e azul-turquesa são ótimas para adornos e detalhes. Mas quando o morador quer usar e abusar dessas cores, o ideal é usar uma base mais escura, como o cinza, que traz equilíbrio. A não ser que seja a sala de uma princesa da Disney, claro. 

  • Urbano e chique

    Cinza-claro é opção delicada e moderna © Cécile Debise/A Revista da Mulher


    Em sua paleta de infinitas tonalidades, o cinza-claro se destaca como sendo uma cor que remete à elegância e modernidade. Nessa sala, o centro é mais claro e as esquadrias ganharam tons de grafite. Para a decoração não ficar apagada, o pink dos móveis e os detalhes de madeira e verde completam o look chique.

  • Harmonia entre tons

    Umas pitadas de cor nas almofadas © Elodie Rothan


    Aqui, o cinza tem um papel importante como ponto de equilíbrio entre o tom da madeira com outros detalhes coloridos. Dessa forma, a decoração ficou suave. E as cores roxo e amarelo nas almofadas ajudam a quebrar o predomínio da cor, sem contar que dão um charme todo delicado, não é?

  • Cor de grafite

    Cinza-escuro para as poltronas e claro na parede © Elodie Rothan


    O cinza grafite também tem o seu lugar na decoração de uma sala. Nessa, em especial, em duas poltronas e um sofá. A cor, que chega perto do preto dependendo da luz, é perfeita para quem quer uma cor escura no estofado e fugir do preto. Os armários em tom de cimento se destacam na composição.

  • Cinzinha básico

    Preto e cinza com toques de verde natural © iStockphoto.com/KatarzynaBialasiewicz


    Quando alguém diz que decorou a sala com cinza e preto, a primeira imagem que vem à mente é de uma sala fúnebre não é mesmo? Mas veja como é possível combinar as duas cores com harmonia e dar um toque moderno. O espaço tem outros elementos que contribuem para isso: plantas, luminária, tapete estampado e peças de madeira

  • Dégradé de cinzas

    Cinza em vários tons e texturas forma dégradé suave © MCA Estúdio


    Nesse projeto, a arquiteta Babi Teixeira usa e abusa do cinza na sala de estar desse apartamento e mostra que é possível a cor ser protagonista sem ser um ambiente pesado. Nas paredes, um tom mais forte e fosco; nos estofados, o cinza-claro e a cor ainda está presente nos móveis e almofadas.

  • Minimalista

    Poucas e expressivas peças ornam o ambiente © Elodie Rothan


    Essa sala é discreta, minimalista e bem conceitual. Para quem gosta desse estilo, a dica é usar elementos mais claros ao redor, como o tapete, cortina e mesa de centro. As luminárias bem posicionadas também ajudam a deixar o ambiente aconchegante e não apenas estiloso. 

  • Ousado

    Cortinas e parede emolduram sala com vista para beira-mar © Juliano Colodeti/MCA Estúdio


    A designer de interiores Roberta Devisate acertou na mão ao dosar o cinza-escuro com as poltronas de couro preto. O segredo? Bem, a vista da beira-mar ajuda, mas a madeira nesse tom médio balanceou e trouxe leveza ao ambiente. 

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto