Dicas para montar um closet dos sonhos

Carolina Ferreira

Arquitetas explicam com montar um espaço para guardar roupas e sapatos, desde a escolha do material ao tamanho necessário

Um closet enorme para guardar os objetos da família. © Divulgação


Ter um closet em casa é o sonho de muitos. Seja pequeno ou grande, um canto especial onde seja possível organizar roupas, sapatos e objetos pessoais da melhor forma é uma grande vantagem na organização de uma casa. Responsáveis pela KTA Arquitetura, as arquitetas Ana Cristina Tavares e Claudia Krakowiak Bitran contam os cuidados especiais que devem ser observados quando se trata desse espaço. 

Dicas essenciais

De acordo com Claudia, não existe uma medida mínima ou máxima para um closet, mas pode-se considerar que é necessário dispor de uma área de circulação entre 70 a 80 cm, possibilitando que a pessoa caminhe de uma forma confortável.

"Para o armário, a profundidade deve ser de, no mínimo, 60 cm”, conta Claudia Krakowiak Bitran.

Elas lembram que é importante ter uma janela no closet, tanto para evitar que as roupas fiquem com cheiro de mofo como para a entrada da luz natural.

A hora de escolher o material também é importante. As arquitetas revelam que optam quase sempre pela fórmica, pois facilita na limpeza.

"Ter acessórios de boa qualidade para compor o closet é importante, por exemplo, penduradores metálicos, corrediças com amortecimento para as gavetas", explicam, lembrando que uma boa iluminação e um espelho são as coisas mais indispensáveis para ter um  bom closet.

Sapatos expostos no closet. © Divulgação

Closet aberto ou não

Algumas pessoas optam pelo closet aberto. As arquitetas explicam que, entre as vantagens, está poder visualizar tudo que tem nos armários. No entanto, é preciso ter um cuidado especial para alguns tipos de peças com determinados tecidos, pois alguns podem ser danificados por conta da poeira ou devido a luz, seja ela natural ou artificial.

Além disso, a organização é essencial. Elas indicam que separar as roupas por tipo e cor é uma boa solução. Ter gavetas para guardar as roupas íntimas ou as peças de malha dobradas é essencial. Caixas são alternativas para organizar os sapatos e as divisórias para as roupas. 

"Ter cabides todos iguais, ajuda a montar uma sincronização com a altura das roupas e fica tudo certo. E criar o costume de doar roupas que não usa há mais de um ano e meio é libertador e quando doamos abrimos mais espaço", aconselham.

Outra opção para os sapatos: diversos gavetões. © Divulgação

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto