Fome nunca mais: uma seleção de petiscos que não fogem da dieta

A redação
  • Para emagrecer, não é preciso passar fome, basta escolher os alimentos certos. Veja uma seleção de 10 petiscos para beliscar nos intervalos entre as refeições e que ajudam a manter a dieta 

    Bateu a fome? Pipoca, biscoitos integrais e legumes crus são boas opções de petiscos que não arruinam a dieta.


    Um estudo recente da Academy of Nutrition and Dietetics (Academia de Nutrição e Dietas dos EUA) defende que comer pequenas porções de alguns alimentos entre as refeições pode beneficiar quem está fazendo dieta para emagrecer ou para controlar doenças como hipertensão, diabetes e problemas coronários. 

    De acordo com os cientistas americanos, o hábito de beliscar é, ao contrário do que se pensa, um comportamento saudável, que prolonga a sensação de saciedade e evita a compulsão por comida na hora das refeições. 

    Mas, na hora que bate a fome, é preciso saber escolher os alimentos certos - nada de snacks de máquina, geralmente gordurosos ou cheios de açúcar. Veja a seguir uma seleção de petiscos saudáveis, aconselhados pela entidade americana de nutrição.   

    Copyright foto: iStock
  • Pipoca sem óleo

    Pipoca ajuda a manter a sensação de saciedade, mas evite óleos e aditivos gordurosos.


    Um dos alimentos mais nutritivos que existem, a pipoca é derivada do milho, rico em polifenóis, e ainda possui alto teor de fibras, prolongando a sensação de saciedade. Pequenas porções de pipoca feita sem óleo, de três a cinco xícaras, contêm baixos índices calóricos. 

    O que costuma aumentar o valor calórico do alimento é o modo de preparo ou o acréscimo de açúcar e produtos gordurosos (manteiga, azeite) após seu preparo. Portanto, opte pela pipoca em sua versão natural sem aditivos e não abuse do sal.

    Copyright foto: iStock 
  • Mix de castanhas

    Os chamados "nuts" devem ser consumidos em pequenas quantidades e são altamente nutritivos.


    Os chamados "mix de nuts", uma mistura de castanhas variadas, são bons aliados para quem se submete a dietas. Nutricionistas defendem que pequenas porções, ingeridas em um intervalo entre as principais refeições, até aceleram o metabolismo. Especialmente entre o café da manhã e almoço ou como lanche antes de atividades físicas no fim do dia. 

    Como são calóricos, ricos em óleos bons para a saúde, a dica é nunca comê-los diretamente das embalagens: coloque as castanhas em um pote ou pequeno copo, guarde a embalagem e depois coma uma a uma, mastigando e saboreando aos poucos.

    Copyright foto: iStock
  • Frutas frescas

    O hábito de beliscar favorece o consumo mais frequente de frutas.


    Fontes naturais de vitaminas, as frutas frescas são praticamente uma unanimidade na maior parte dos programas de emagrecimento. Exceto em algumas dietas restritivas, o consumo de ao menos três porções de fruta por dia é hábito recomendado por nutricionistas e médicos ao redor do mundo. 

    O estudo sobre os benefícios de beliscar ainda aponta que comer entre as refeições aumenta diretamente a ingestão de frutas. Isto acontece porque, normalmente, é um alimento ao qual quem está de dieta não tem medo de recorrer: frutas não contêm conservantes e têm, em geral, baixos índices de caloria.

    Copyright foto: iStock


  • Iogurte natural

    Iogurte natural substitui doces ou sorvetes, principalmente quando ingeridos com frutas frescas.


    Excelente fonte de cálcio, o iogurte natural desnatado tem uma consistência favorável para saciar a vontade de comer sobremesa - naqueles momentos de gula por doce. Adoçantes ou pequenas quantidades de mel dão o sabor adocicado ideal ao alimento, sem comprometer a quantidade calórica. 

    O iogurte também é um ótimo regularizador do intestino. Comer iogurte como lanche da tarde, com frutas frescas ou puro, pode se transformar em um hábito saudável e leve.

    Copyright foto: iStock 
  • Refrigerante caseiro

    Misturar água com gás e suco de frutas e adoçante é a dica para substituir os refrigerantes industrializados.


    Os apaixonados por refrigerantes também podem manter a dieta sem sofrimento. Como é preciso dar atenção à sede quando se belisca, a pedida é fazer um refrigerante caseiro ou água aromatizada- sem o exagero de açúcares ou o alto teor de sódio presentes nas bebidas industrializadas

    Para preparar, basta misturar água com gás e um suco de sua preferência, acrescentar gelo e adoçante. E está pronto um refrigerante quase sem nenhuma contraindicação. Para quem prefere sem adoçante, produto que costuma conter sódio em sua composição, o refrigerante caseiro pode ser consumido sem moderação. Uma boa dica para acompanhar a pipoca sem óleo.

    Copyright foto: iStock
  • Frutas secas

    Frutas secas saciam e substituem os doces. 


    A saciedade provocada pelo alto índice de fibras e o sabor doce natural são as grandes vantagens das frutas secas. Assim como o mix de castanhas, é preciso ficar atento à quantidade do alimento. 

    A melhor maneira de se consumir as frutas secas entre as refeições é separando-as em pequenas quantidades, dentro de recipientes pequenos. Também podem ser picadas e misturadas aos iogurtes naturais ou ao próprio mix de castanhas, levando um sabor mais agridoce ao petisco.

    Copyright foto: iStock
  • Legumes crus

    Consumir legumes crus refresca e ajuda a controlar a compulsão por comida.


    Legumes crus cortados em fatias finas costumam ser servidos em festas e recepções, mas podem ser consumidos também fora das ocasiões especiais. Em casa ou no trabalho, escolha esses alimentos leves, coloridos, refrescantes e saborosos para comer nos intervalos entre as refeições. 

    Uma dica é cortar cenouras, aipo, pimentões e pepinos em forma de palito e servi-los com molho à base de iogurte desnatado, temperado com alho e ervas. Tomate cereja também é um excelente petisco de baixa caloria para beliscar.

    Copyright foto: iStock

  • Biscoitos integrais

    Cream crackers integrais estão na lista dos alimentos ideias para beliscar entre refeições.


    Os biscoitos e torradas feitos à base de farinha de trigo integral também aparecem na lista da Academy of Nutrition and Dietetics como uma ótima opção de comida para beliscar entre refeições.

    Fonte de fibras e carboidratos, os biscoitos integrais proporcionam uma sensação de saciedade maior quando comparados aos de massa feita à base de farinha branca. Isso acaba levando a um consumo em menor quantidade, ajudando a reduzir a ingestão de calorias. Consumir os produtos integrais, em porções moderadas, em lanches ao longo do dia, ajuda a reduzir a fome.

    Copyright foto: iStock
  • Amêndoas

    Amêndoas são as oleaginosas tipo "nut" de mais baixa caloria.


    As amêndoas aparecem como um petisco separado das demais castanhas por terem menos calorias que as demais oleoginosas. Uma porção de 12 unidades de amêndoas tem menos de 100 calorias, enquanto a mesma quantidade de nozes, por exemplo, tem quase 300 calorias. 

    Para quem quer usufruir dos benefícios de nutrientes como zinco, proteína, cálcio, vitamina E e gorduras monoinsaturadas (que aumentam o bom colesterol), a amêndoa não pode faltar no cardápio das dietas e, claro, dos petiscos entre as refeições.

    Copyright foto: iStock
  • Leite desnatado

    Leite desnatado pode ser batido com baunilha e se tornar um delicioso aperitivo entre as refeições.


    Leite desnatado batido com essência de baunilha e gelo pode fazer a vez de um milkshake, mas sem a mesma quantidade de calorias. Para os dias mais frios, misturar canela e baunilha a uma xícara de leite desnatado quente faz a dieta ganhar mais sabor. 

    Para quem não tem intolerância à lactose, existem diversas variações e combinações pouco calóricas para fazer do leite um dos aperitivos habituais nos lanches entre as refeições. Shakes de leite batido com frutas frescas, adoçante e gelo também são uma boa pedida!

    Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto