Azia: conheça as causas e saiba quais alimentos evitar

Jessica Krieger

O mal-estar é provocado por um refluxo e pode ser evitado com uma alimentação saudável

Antiácidos e chás podem ajudar a combater os sintomas da azia.


Sabe aquela sensação ruim de queimação, que provoca até um gosto ácido na boca? São sintomas da azia, aquele mal-estar que pode estragar o dia de muita gente e, às vezes, é tão intenso que causa enjoo e cólicas.

Má alimentação, ingestão de gorduras e consumo excessivo de bebidas alcoólicas e tabaco podem provocar azia. Nem todas as causas desse desconforto são conhecidas, mas sabe-se que esta sensação está relacionada à má digestão e refluxo de ácido gástrico proveniente do estômago.


O médico Juarez de Oliveira explica que o processo de digestão é o responsável pela sensação de azia. “Ao colocarmos um alimento na boca, as enzimas presentes na saliva contribuem para a mastigação, formando o chamado bolo alimentar. Esse bolo alimentar passa pelo cárdia e desce em direção ao estômago, onde sofre as ações do suco gástrico”, explica. “Depois, segue em direção ao duodeno, considerado a primeira porção intestinal, onde também sofrerá ações enzimáticas. Muitas vezes, até por razões desconhecidas, o cárdia não se fecha completamente, favorecendo o refluxo do suco gástrico para o esôfago, produzindo uma queimação em suas paredes, em consequência do ácido clorídrico presente no suco gástrico”, completa. 

O tratamento depende das causas, que devem ser investigadas por um profissional especializado. Mas, para aliviar os sintomas, recomenda-se medicamentos como antiácidos ou ainda chás como de erva cidreira, por exemplo.

Quais alimentos evitar?

Para evitar a azia, especialistas recomendam não consumir alimentos gordurosos e frutas ácidas como limão e abacaxi, além de refeições muito condimentadas. Excesso de álcool e bebidas com cafeína, assim como ingerir líquidos durante as refeições, também podem piorar o quadro. Confira os alimentos que podem provocar azia:
 
  • Alimentos ricos em proteína animal, frituras e embutidos como salame, por exemplo;
  • Legumes de PH ácido, como rabanete, nabo, repolho, tomate e pepino;
  • Chocolate e outros produtos à base de cacau podem ser ótimas sobremesas, mas atuam no relaxamento do esfíncter esofágico inferior, abrindo caminho para o ácido refluir para o esôfago;
  • Pimenta e especiarias, assim como alho e cebola em excesso nas refeições, também podem desencadear azia e agravar o refluxo;
  • Líquido em abundância ou bebidas gasosas misturadas aos alimentos ingeridos durante as refeições podem distender o estômago e prejudicar a digestão.

Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto