Conheça os 6 alimentos mais eficazes para reduzir o colesterol

Ana Paula Cardoso
Inclua na dieta alguns vegetais e grãos funcionais e evite o acúmulo de gordura nas artérias e doenças do coração

Alguns vegetais são fundamentais na dieta de quem precisa reduzir o mau colesterol.


Cuidar do coração é uma premissa básica para quem busca qualidade de vida. Um dos maiores vilões da saúde cardiovascular  é o acúmulo de placas de gorduras nas artérias. O excesso de colesterol LDL, o chamado 'mau colesterol', obstrui a passagem do sangue e pode causar doenças do coração como angina de peito ou enfarte do miocárdio.
 
E para evitar o acúmulo de gordura no coração e aumentar o chamado ‘bom colesterol’ (HDL), há algumas medidas preventivas fáceis e naturais. A redução da ingestão de gorduras, principalmente as de origem animal, açúcares e sal é um bom começo. A prática regular de exercícios e de técnicas de relaxamento, como ioga, podem ajudar ainda mais no combate ao estrese, outro fator desencadeante de problemas cardíacos.

Outro ponto chave para quem busca a saúde do coração é a dieta. Segundo a a nutricionista funcional Carla Cotta, incluir vegetais e cereais integrais na alimentação do dia a dia pode fazer toda a diferença para se ter um coração saudável. Veja a seguir a lista de alimentos recomendados pela nutricionista funcional para reduzir o colesterol LDL e aumentar o colesterol HDL.

Os 6 alimentos para a dieta contra colesterol

 
  • Farelo de aveia e aveia. O mais consagrado dos alimentos para reduzir o colesterol. Ricos em fibras solúveis que ajudam a reduzir o LDL colesterol, esses alimentos reduzem a absorção de gorduras e ainda facilita o aumento do HDL, o ‘bom colesterol’.
 
  • Amaranto. Para pacientes celíacos ou intolerantes a glúten ou pacientes alérgicos a aveia, o Amaranto tem demonstrado ser um excelente substituto da aveia e farelo de aveia. Os componentes antioxidantes, polifenóis, flavonoides e outros compostos bioativos do amaranto estão relacionados a redução do LDL colesterol;
 
  • Farelo de trigo. Também pode produzir efeito benéfico na redução do colesterol. O farelo de trigo e a aveia modulam e regulam a produção do colesterol nos tecidos ‘alvo’ (caso das artérias coronarianas);
 
  • Azeite de oliva extra-virgem. Por ser fonte de compostos fenólicos e antioxidantes, o azeite de oliva tem apresentado efeito benéfico para a redução do  LDL colesterol. Um estudo demonstrou que uma mistura de azeite extra-virgem e tomilho promove alteração benéfica na população de microflora intestinal (bifidobacterium) que, por sua vez, produz metabolitos com atividade antioxidante e benéfica para a redução do acúmulo de gordura no organismo;
 
  • Alcachofra. Vegetal que contém fibras resistentes, a alcachofra facilita a eliminação de gorduras, o que contribui para reduções leves no perfil do colesterol LDL;
 
  • Semente de linhaça.  Por conter antioxidantes, ômega 3, a linhaça é uma das sementes que mais promove efeitos benéficos na redução de lipídios. As substâncias presentes na linhaça - que deve ser consumida triturada - atuam como anti-inflamatórios, favorecendo a saúde cardiovascular. Seus componentes ainda ajudam o fígado a processar as gorduras, favorecendo o controle do colesterol.
 
Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto