Aplicativos para emagrecer: como a tecnologia pode ajudar na perda de peso

Etiene Resende
Especialista fala sobre a contribuição de aplicativos para se manter em forma; Descubra quais são os mais usados

Aplicativos podem contribuir, mas não são o bastante para atingir e manter a boa forma.


É comum ter com certa desconfiança em relação à utilização de novas tecnologias para facilitar algo no dia a dia, principalmente quando o assunto é saúde. É exatamente isto que ainda afasta muita gente dos aplicativos para emagrecer, aquelas ferramentas para aparelhos móveis que podem dar uma força enorme na hora de entrar em forma.

Para Simone Getz, nutricionista da Clínica Vivitá, o uso de aplicativos para emagrecer é mais uma alternativa de acesso a informações para uma alimentação mais equilibrada e saudável. “Para muitas pessoas é o primeiro movimento que se faz em busca disso, inclusive. A ferramenta dá um direcionamento”, afirma.

A especialista acredita que este tipo de ferramenta pode ajudar a cumprir metas saudáveis no dia a dia. “Há aplicativos que tocam um alarme no momento dos lanches, outros que contabilizam a quantidade de água consumida no dia, e acho que esses podem auxiliar no dia-a-dia”.

Simone Getz destaca outro benefício dos aplicativos para emagrecer: o recordatório alimentar, que significa anotar o que está comendo e as quantidades, uma ferramenta ótima para emagrecer. “Muitos aplicativos têm essa funcionalidade, com o objetivo de verificar quantas calorias foram consumidas no dia, e de classificar em macronutrientes (proteína, carboidrato, gordura). Isso pode contribuir para aumentar a percepção e atenção do indivíduo para a sua alimentação diária, o que já é o primeiro passo”, afirma. 

Aplicativos para emagrecer mais usados

Dieta e saúde – Auxilia na contagem de pontos dos alimentos e pode ser acessado em qualquer lugar. É gratuito e já no cadastro você deve informar metas e altura, com avaliação de peso semanal e indicação do IMC adequado para você.

Medida Certa – Proporciona o controle e queima de calorias para que você alcance sua meta com sucesso. O cadastro exige os valores de IMC e percentual de gordura, para uma dieta mais controlada. Conta ainda com vídeos de dicas para entrar em forma com saúde. 

Nike + running – Apesar de não ser feito para o emagrecimento, pode contribuir muito ao auxiliar no mapeamento de rotas de corridas e caminhadas. É possível registrar o tempo e a distância do percurso realizado, comparar os desempenhos e mostrar a evolução nos rendimentos de atividades físicas. 

Jefit – Oferece uma variedade de exercícios físicos para auxiliar no emagrecimento. Pode-se seguir as indicações do aplicativo para conciliar atividade física e sua rotina diária, fazendo os exercícios em qualquer lugar. Ele traz orientações de profissionais da educação física.

Nutra bem – Este aplicativo para emagrecer ajuda a contabilizar as calorias ingeridas durante o dia e ainda conhecer os grupos aos quais os alimentos pertencem. Funciona como uma agenda e o cadastro também fornece o valor de IMC atual e o que é indicado para cada um.

Hydro beba água – Funciona como alarme, auxiliando em melhorar o hábito de ingestão de água, que é fundamental para quem busca emagrecer.
 

Como utilizar de maneira saudável

De acordo com a especialista, assim como quando se faz dieta, é preciso ter disciplina. “Não adianta usar de vez em quando. Se gostou do aplicativo, utilize diariamente, por um período determinado, por exemplo um mês”, enfatiza.

Além disso, é preciso também ter em mente que estes aplicativos não dão conta da características e necessidades individuais dos utilizadores. Diferente do que acontece em uma consulta com um nutricionista, que avalia as patologias e exames, medicações usadas, funcionamento intestinal, sistema imune. 

Sendo assim, os aplicativos não substituem o acompanhamento de um especialista, que proporciona um cuidado completamente diferente e muito mais efetivo.

Vale lembrar ainda que acompanhar o emagrecimento somente através da balança pode não ser a melhor ideia. Emagrecer significa perder gordura e não massa magra (músculo) e isso deve ser aferido pelo nutricionista. Normalmente, dietas muito restritivas levam a perda de massa magra, e não ao emagrecimento efetivo.

Dicas para emagrecer com mais saúde

Independentemente de usar ou não os aplicativos para emagrecer, algumas dicas são fundamentais, segundo a nutricionista. 

1 – Dar passos pequenos, graduais. Com o passar do tempo, já terá feito uma grande caminhada.

2 – Planejar metas realizáveis, por exemplo, se consegue fazer caminhadas 3 vezes por semana, ótimo, comece. Não fique esperando ir à academia todos os dias.

3 – Ao fazer escolhas alimentares saudáveis, certamente terá uma alimentação mais equilibrada e, com certeza, o emagrecimento como consequência. Dietas restritivas não funcionam. 

4 – Buscar ajuda de profissionais da área da saúde. 

Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto