Abóbora, o vegetal amigo da dieta

Fernanda Lima
Conheça os inúmeros benefícios da abóbora e saiba consumir esse vegetal pouco calórico e rico em nutrientes

Conheça os benefícios da abóbora para a saúde.


A abóbora é um daqueles alimentos liberados na dieta. Com baixa caloria, (25 kcal a cada 100g) é rica em fibras, que ajudam no funcionamento do intestino e aumentam a saciedade. Também possui baixo índice glicêmico, ou seja, envia para o sangue menos açúcar, afastando picos de insulina. Por isso, ainda é indicada para quem sofre de diabetes.

Embora haja vários tipos de abóbora, os mais conhecidos são a japonesa, moranga, de pescoço, paulista, além da abobrinha. Segundo a nutricionista funcional Regina Moraes Teixeira, este vegetal é rico em vitaminas A, B, C, E, K, além de conter minerais como ferro, cálcio, magnésio, fósforo, manganês e zinco. Estes dois últimos, por exemplo, atuam no fortalecimento dos ossos e dentes

A abóbora também possui propriedades anti-inflamatórias, excelente para os olhos, uma vez que tem antioxidantes como a zeaxantina. Outro antioxidante presente nela é o carotenóide, responsável por combater células cancerígenas. Além disso, ajuda no controle do estresse, já que é rica em aminoácidos. 

Os benefícios não param por ai: esse vegetal também contém triptofano, precursor da serotonina, nosso hormônio do bem-estar, aliviando a ansiedade e regulando cortisol. Por essa razão, melhora o humor e pode até ser eficaz contra a depressão. Conhecida também como jerimum no Norte e no Nordeste, a abóbora também é muito usada pelos seus benefícios medicinais para o tratamento de prisão de ventre, enjoos, irritações na bexiga e problemas benignos da próstata. 

Consumo e armazenamento

De sabor adocicado, a nutricionista sugere que a abóbora seja consumida assada, com temperos naturais como alecrim, orégano, azeite ou óleo de coco, ou em sopas e refogados. Se optar pela versão cozida, em que alguns nutrientes são perdidos, a dica é aproveitar a água do cozimento para fazer sopas. Na versão doce, a abóbora pode servir de ingrediente para bolos, compotas e geleias. 

Em temperatura ambiente, o vegetal dura poucos dias, por isso o ideal é armazená-la na geladeira. Depois de pronta, deve ser embrulhada em papel alumínio e colocada na geladeira, podendo durar até três dias.

Sementes de abóbora contra o colesterol

Quem joga fora a semente da abóbora está cometendo um grande erro. Isto porque, depois de torradas, elas oferecem vários benefícios para a saúde. O principal é ajudar no controle do colesterol. Isto ocorre pois as sementes são recheadas de fitoesterois que atuam limitando a absorção do colesterol pelo organismo

Para preparar as sementes, deve-se retirá-las de dentro da abóbora e depois deixar secar no sol ou no forno sem ultrapassar os 75°C. Elas podem ser adicionadas a saladas ou frutas, ou trituradas e misturada com sopas, cereais ou sucos de frutas. Também é possível fazer molhos para saladas com as sementes trituradas. 

Abaixo, confira algumas receitas com abóbora d'A Revista da Mulher:



























Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto