Cromo: conheça os benefícios deste mineral, aliado do emagrecimento

Fernanda Lima

Mineral ajuda a combater o desejo por doces e ainda contribui para aumentar o colesterol bom e reduzir o ruim

Saiba de que forma o cromo pode contribuir para o emagrecimento.


O cromo é um mineral pouco conhecido, mas que pode ser fundamental para o emagrecimento. Isto porque ele é capaz de melhorar a sensibilidade à insulina (hormônio que transporta a glicose - açúcar - no sangue),  reduzindo assim a vontade de comer doces e aumentando a saciedade.

O cromo pode ajudar também a reduzir as taxas de colesterol ruim (LDL) e aumentar o bom (HDL). Além disso, o mineral faz com que o carboidrato seja aproveitado como fonte de energia e não fique armazenado sob a forma de gordura. 

Segundo Patrícia Cruz, nutricionista, alguns estudos mostram que a carência deste mineral pode contribuir para o progresso de doenças como diabetes mellitus e hipercolesterolemia (colesterol elevado), por isso, vale a pena investir em alimentos ricos em cromo.

Em quais alimentos investir?

Como nosso corpo não produz esse mineral é através do consumo de certos alimentos que o organismo terá o aporte necessário de cromo. O nutriente pode ser encontrado em:

  • carne vermelha,
  • vísceras (moela, coração fígado),
  • frutas oleaginosas (castanha do pará, caju, amêndoa, etc.),
  • cereais integrais (arroz integral, aveia, farinha de trigo integral, granola),
  • leguminosas (feijão, lentilha, grão de bico, soja), 
  • levedo de cerveja.

Quem malha e transpira muito deve caprichar ainda mais na quantidade de cromo, porque o mineral é eliminado pelo suor. Outro dica importante é riscar do cardápio o consumo exagerado de carboidratos simples (como balas, chocolate, batata, pão branco), pois eles reduzem a cota de cromo disponível no organismo.

A ingestão diária recomendada de cromo, de acordo com a Dietary Recommended Intakes (DRI's), é de 25 μg/dia para mulheres e 35 μg/dia homens. Um ovo orgânico, por exemplo, contém 26 μg de cromo. O tomate de tamanho médio possui 24 μg, enquanto 100 g de peito de peru contém 12,2 μg e um bife possui 2,35 μg deste mineral.

É possível complementar o cromo? 

Sim, porém, a suplementação só vale se o organismo de fato estiver carente de cromo. Para descobrir se há ou não carência, é necessário realizar um exame de sangue, solicitado por um especialista.

Mas aqui vai uma dica: se você possui uma forte compulsão por doces, é sinal de que há carência. Sempre que há excesso de carboidratos brancos na dieta, ocorre perda de cromo pela urina. 

Segundo a nutricionista, a suplementação de cromo para pessoas acima do peso e obesas ainda não é conclusiva nos estudos. Para quem pratica atividade física, os resultados são positivos e contribuem até para o emagrecimento. “Somando a melhora da sensibilidade à insulina com o gasto energético, a redução de peso é um fato”, explica.

Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto