Emagreça com o chá de 30 ervas!

Fernanda Lima

Além de eliminar os quilinhos indesejados, a bebida acelera o metabolismo e ajuda a regular o intestino

Entre os benefícios do chá 30 ervas para a saúde está o emagrecimento.


Emagrecer envolve mudanças no estilo de vida, como o consumo maior de líquidos. Por isso, os chás são figurinhas carimbadas nas dietas de emagrecimento e contribuem para o seu sucesso. O chá de 30 ervas é mais um exemplo.

Segundo a nutricionista Flavia Salvitti, do Hospital San Paolo, o chá de 30 ervas tem feito sucesso nas dietas, pois, como o próprio nome sugere, traz uma grande quantidade de elementos

Entre as ervas de sua composição encontram-se: abacateiro, chá verde, carqueja, chapéu-de-couro, jambolão, cavalinha, melissa, douradinha, salsaparrilha, erva-de-bugre, carobinha, sene, dente-de-leão, funcho, pau-magro, sete-sangrias, hibisco, graviola, fucus vesiculosos, cáscara-sagrada, maracujá, espinheira-santa, quebra-pedra, boldo-do-chile, jurubeba, angélica, pau-ferro, cajueiro, centelha-asiática e alcachofra. 

A união de todas elas traz benefícios interessantes para o organismo e podem, sim, ajudar a emagrecer. Mas a nutricionista destaca que, assim como qualquer alimento e bebida, não existe milagre. Por isso, o ideal é conciliar uma alimentação balanceada ao consumo do chá de 30 ervas. 

Entre os principais benefícios do chá, estão a ação diurética e a regularização do intestino preso. Alguns dos elementos também ajudam a acelerar o metabolismo, o que é muito bom para quem quer emagrecer. 

Como preparar o chá de 30 ervas? 

Na hora de preparar o chá 30 ervas, as medidas podem variar um pouco conforme o paladar e o organismo. Mas considera-se uma “medida padrão” a quantidade de 3 colheres (sopa) do chá para 1 litro de água. Ele pode ser consumido quente ou frio. 

Geralmente, pode se consumir até 1 litro do chá diariamente, em pequenas porções. É importante ressaltar, no entanto, que cada pessoa tem um organismo diferente, portanto, necessidades diferentes também. O uso incorreto pode desequilibrar o funcionamento do intestino, então é muito importante procurar um especialista antes de acrescentar o chá na dieta. 

O chá 30 ervas e suas contraindicações 

O chá de 30 ervas, ainda que consumido em pequenas quantidades, traz mudanças significativas no trato digestivo. Pessoas que têm infecções no intestino, miomas, gastrite ou tendência à hemorragia devem descartar a possibilidade de consumo antes de consultar um especialista. 

Flavia destaca que é importante estar atento às “tendências” que se referem a hábitos alimentares. "Devemos nos conscientizar de que organismos trabalham de maneiras diferentes e têm necessidades diferentes, e desprezar essa informação pode trazer sérios problemas à saúde", explica.

Por isso, para manter o bom funcionamento do intestino, além do chá 30 ervas, é importante consumir alimentos ricos em fibras, como frutas, grãos e massas integrais. No caso dos industrializados, é importante observar a composição e os valores nutricionais indicados nas embalagens, segundo a nutricionista.

Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto