Conheça os 7 benefícios da cebola para a saúde

Daniel Navas

Muito comum nas receitas do dia a dia, a cebola possui diversos nutrientes benéficos à saúde

As cebolas amarela, roxa e branca possuem inúmeros benefícios para a saúde. © iStcokphoto.com/ehaurylik


Para quem adora cozinhar, os temperos são mais que necessários para dar mais sabor às preparações. E melhor ainda se esse tempero for natural, como é o caso da cebola. Essa planta, tão essencial na hora de cozinhar o bom arroz com feijão e outras delícias da culinária, além de deixar os alimentos com um gostinho especial, também é muito importante para a saúde.

Isso porque a cebola possui diversos nutrientes, e também é rica em fibras e vitaminas como tiamina (vitamina B1), riboflavina (vitamina B2), vitamina C. Ela conta ainda com alguns minerais como cálcio, ferro, fósforo, magnésio, potássio, sódio e selênio.

“Com todos esses nutrientes, ela ajuda na prevenção do câncer, de doenças cardiovasculares, de trombose, da anemia, minimiza o envelhecimento da pele, ajuda na recuperação de resfriados e ainda controla hipertensão”, afirma Cynthya Abreu, nutricionista da clínica Daia Venturieri, em São Paulo.

A roxa ou a amarela?

Existem diversos tipos de cebolas, mas as mais comuns no Brasil são a amarela, a roxa e a branca.

A cebola roxa tem um sabor mais suave e adocicado, é mais calórica e por conta de sua cor, é rica em antocianina, poderoso antioxidante que auxilia no combate aos radicais livres.

Já a cebola amarela, também chamada de pera, tem um sabor mais forte, é rica em minerais e menos calórica. A branca, que tem esse nome por conta da cor da sua casca, é maior e possui um sabor mais acentuado. Por isso, tanto a amarela quanto a branca são, preferencialmente, consumidas refogadas, enquanto a roxa é perfeita crua em saladas.

10 benefícios da cebola

O recomendado é comer, no máximo, 1 cebola pequena (50g) por dia. Dessa forma, já é possível absorver todas as benfeitorias do alimento. Confira a lista de benefícios da cebola:

1. Ajuda no emagrecimento

É isso mesmo! A cebola é uma ótima aliada para quem quer eliminar alguns quilos. “Afinal de contas, o alimento contém poucas calorias (em 100g tem 40 kcal), contém fibra que dá maior saciedade no organismo, controlando o excesso alimentar durante a refeição, melhora na digestão dos alimentos, no trânsito intestinal, é diurética, eliminando toxinas do corpo”, aponta Bruna Rafaella Faria, nutricionista da Estima Nutrição, em São Paulo. 

Além disso, a cebola tem uma substância chamada quercetina, um flavonoide, que ajuda o metabolismo na queima de gordura e na circulação. Mas lembre-se que para atingir os resultados esperados, é preciso seguir uma dieta saudável e praticar exercícios físicos.

2. Melhora a circulação

A cebola é rica em minerais que contribuem na melhora da circulação sanguínea. Sem esquecer que a quercetina também melhora o fluxo sanguíneo, diminuindo o risco de trombose. “Ela ajuda na prevenção da formação de coágulos, deixando o sangue mais fluido. Consequentemente, isso melhora a circulação”, esclarece Cynthya.

Também é bom para controlar o colesterol, diminui a quantidade de LDL (colesterol ruim) aumentando o HDL (colesterol bom), evitando a formação de placa de ateroma nas artérias.

3. Age contra a prisão de ventre

“A cebola contribui na melhora intestinal, pois, além de fibras, possui minerais como cálcio e magnésio que tem participação importante na saúde intestinal”, diz Alyne Santim, nutricionista do SPA & Clínica L.Oppermann, em São Paulo. Ainda por conta das fibras, a cebola ajuda a aumentar o volume das fezes, o que melhora a passagem do bolo fecal.

4. Melhora a saúde da pele

A cebola tem poderes antioxidantes. Com alto teor de vitamina A e C e quercetina, o vegetal combate os radicais livres, que são responsáveis pelo envelhecimento precoce da pele.

5. Equilibra os níveis de glicemia

Para quem sofre de diabetes, a planta pode contribuir no controle da glicemia. “A cebola é rica no nutriente cromo e glucoquinina, que ajudam na regulação do açúcar no sangue e também no controle da insulina, agindo como insulina vegetal”, conta Bruna. Só não pode deixar de lado uma dieta equilibrada, a prática de atividades físicas e o consumo constante de água, itens primordiais para manter o diabetes equilibrado. 

6. Tem poder anti-inflamatório

A cebola contém flavonoides, antioxidantes que melhoram o sistema imunológico, pois agem contra a oxidação dos ácidos graxos no organismo. Quanto menor quantidade desses elementos oxidados no corpo, melhor será a resposta do sistema imunológico contra a inflamação.

Dessa forma, a cebola pode auxiliar no combate a diversas doenças, como coriza, inflamação na garganta, reumatismo, febres, gripes e pneumonias. Também é indicada contra o furúnculo e como antídoto em picadas de aranha. Para isso, faça uma infusão com uma rodela fina da cebola em uma xícara de água quente. Depois, aplique o líquido em compressas na região lesionada.  

7. Combate a hipertensão

Para quem sofre com a pressão alta, a cebola pode ser uma ótima aliada para equilibrar o problema. Isso porque a planta contém potássio em sua composição, o que ajuda na eliminação de excesso de líquidos no corpo, diminuindo o sódio do organismo.

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto