Óleo de linhaça é bom para saúde até da pele e dos cabelos

Daniel Navas

O óleo de linhaça é vendido em forma de cápsulas ou líquido e suas benfeitorias estão ligadas à grande quantidade de ácidos graxos que possui

Rico em ômegas 3 e 6, o óleo de linhaça facilita na perda de peso. © iStockphoto.com/Photodsotiroff


A linhaça, semente proveniente do linho, tem ganhado bastante destaque entre aqueles que buscam por uma alimentação saudável. Além da semente in natura, também é possível encontrar no mercado a farinha e o óleo de linhaça. Esse último, vendido em cápsulas ou na versão líquida, também é muito usado para os cuidados com a pele e com os cabelos. 

“A linhaça é uma importante fonte de ácidos graxos poliinsaturados (ômega 3 e ômega 6). Esses ácidos graxos são denominados essenciais, já que o organismo é incapaz de sintetizá-los, devendo ser obtidos através da alimentação”, esclarece Haline Dalsgaard, nutricionista, do Rio de Janeiro.

Os benefícios para a saúde

O óleo de linhaça é composto em 60% pelo ácido graxo citado. Por isso, traz diversos benefícios ao organismo. De acordo com Andréia Carrara, nutricionista clínica e esportiva, de São Paulo, uma das benfeitorias do alimento é o fato dele bloquear a formação de citocinas.

“Citocinas são elementos liberados no organismo como resposta a lesões, infecções e exposições a substancias estranhas. Estas moléculas causam fadiga e sono em pessoas que se recuperam de infecções bacterianas ou virais, e com o uso do óleo de linhaça, essas duas consequências podem diminuir”, conta a nutricionista.

Segundo os especialistas o óleo de linhaça também:

  • diminui os sintomas da TPM e da menopausa;
  • reduz das taxas de LDL, o colesterol ruim, e aumenta os níveis de HDL, o bom colesterol;
  • auxilia no processo de cicatrização;
  • ajuda na prevenção de doenças e distúrbios neurológicos;
  • protege o corpo contra alergias e doenças inflamatórias;
  • ajuda a prevenir doenças cardiovasculares.

“A composição de gorduras essenciais do óleo de linhaça ajuda no aumento da elasticidade dos vasos sanguíneos e na redução da viscosidade do sangue, fazendo com que este consiga passar mais facilmente pelas paredes dos vasos sanguíneos”, explica Haline.

Menos quilos na balança

Ainda por conta da grande quantidade de ômega 3 e 6 em sua composição, o óleo de linhaça é considerado um companheiro e tanto para quem busca eliminar calorias. Isso porque o ômega 3 ajuda na redução do tamanho das células adiposas, já que tem substâncias anti-inflamatórias

Já o ômega 6 auxilia na quebra da gordura, fornecendo energia para o corpo sem precisar de altas ingestões de carboidratos. Também é considerado um alimento termogênico, o que colabora para o aceleração do metabolismo e aumento do gasto energético.

Além disso, por ser uma boa fonte de gordura, sua digestão e consequente liberação de energia ocorre de forma mais lenta. Isso faz com que a saciedade seja prolongada e acaba ajudando na redução de consumo excessivo de alimentos. Mas claro que é essencial aliar o consumo do óleo de linhaça a uma dieta balanceada.

Como consumir?

De acordo com Caroline Morena Nelli, nutricionista da Estima Nutrição, em São Paulo, o correto é fazer uso de 2 a 3 colheres de sopa ou de 1 a 2 cápsulas do óleo de linhaça por dia. In natura, o ingrediente pode ser usado para temperar saladas, entretanto deve-se evitar aquecer o óleo.

Os especialistas ressaltam que não se deve ultrapassar a quantidade de consumo recomendada, pois, em excesso, o produto pode soltar muito o intestino. “Quando usado em quantidades excessivas, isso pode realmente desencadear um desconforto abdominal”, diz Milena Lopes, médica de São Paulo. 

Alguns estudos sugerem que o uso excessivo de linhaça pode prejudicar a coagulação do sangue. Além disso, várias pesquisas conduzidas em laboratório apontam para a possibilidade dessa semente provocar reações alérgicas. 
 

LEIA TAMBÉM

Farinha de linhaça: aprenda a fazer em casa este ingrediente rico em ômega 3

Conheça 7 óleos vegetais que ajudam a perder peso

Óleo de linhaça para pele e cabelos 

A versatilidade do óleo de linhaça é tanta que ele também tem sido usado em rituais de beleza, sendo indicado para cuidar tanto dos cabelos da pele. “O óleo de linhaça mantém a hidratação dos fios por mais tempo, reduzindo o frizz. Já para a pele, ele é indicado na hidratação e como antirrugas”, afirma Sara Bragança dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Medicina Estética.

O óleo de linhaça é indicado sobretudo para cabelos secos e fios danificados por tratamentos químicos e pode ser aplicado diretamente no cabelo, ou sob forma de máscara capilar

“Basta separar 1 colher de sopa do óleo de linhaça para cada 4 colheres de sopa do seu creme de hidratação capilar preferido. Aplicar nos fios e deixar agir por 20 a 30 minutos”, ensina a dermatologista. Para o rosto ou corpo, o produto também pode ser aplicado diretamente na pele ou acrescido a hidratantes de sua preferência. 

Como as sementes de linho são ricas em ácidos graxos, vitaminas e minerais, o uso regular do óleo de linhaça promove o crescimento do cabelo e impede a queda excessiva. Também ajuda a eliminar a caspa e a descamação do couro cabeludo. Para alcançar esses benefícios, entretanto, é recomendo o consumo de cápsulas.

“Ainda são necessários mais estudos para identificar a dose ideal, mas, geralmente, gira em torno 1000mg, três vezes ao dia”, finaliza Helua Mussa Gazi dermatologista de São Paulo.

Contraindicações

O consumo do produto não é recomendado para pessoas com doenças da vesícula biliar e colecistite. “Isso porque trata-se de uma fonte de gordura (ainda que boa), o que acaba colaborando para a contração da vesícula biliar, agravando os sintomas da doença em pacientes afetados”, esclarece Haline.

Também é necessário suspender o consumo do óleo em casos de diarreia, já que a gordura pode exacerbar o funcionamento intestinal e piorar o quadro. “Já na gravidez, o óleo de linhaça não deve ser usado no último trimestre de gestação, porque pode contribuir para hemorragia durante o parto”, acrescenta a nutricionista.

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto