3 maneiras de usar o óleo de coco

Fernanda Lima

O extrato tropical ajuda a ter uma pele hidratada, cabelos saudáveis e boa saúde

Óleo de coco tem diversas propriedades estéticas. © iStockphoto.com/PicturePartners


Não é de hoje que o óleo de coco, antes desconhecido, passou a ser o queridinho da saúde e da beleza. De de origem natural, o produto oferece vantagens para a pele, cabelo e organismo como um todo.  Para se obter o extrato, o óleo é extraído direto da fruta ou do coco seco.

Produto extraído de uma das frutas tropicais mais abundantes no Brasil, estudos já apontavam o óleo de coco como benéfico para o emagrecimento. A seguir, confira as outras  diversas formas de usar o tão famoso óleo e quais são os seus benefícios.

Benefícios do óleo de coco para a pele

Como hidratante, o óleo de coco é indicado para áreas bem ressecadas, como cotovelo e joelho. No entanto, ele pode ser aplicado também no corpo inteiro. "É indicado para ser usado puro sobre o corpo após o banho”, explica a dermatologista Priscila Ishioka, do Hospital Moriah

Quando a pele estiver bastante ressecada, um hidratante tradicional complementa a hidratação antes do uso do óleo de coco. “Os hidratantes possuem emolientes que facilitam a penetração do óleo”, diz a dermatologista.

No entanto, apesar do produto ser uma substância natural, ele possui contraindicações para a pele do rosto. “Na face tende a causar oclusão dos poros e facilitar o aparecimento de acne”, alerta Priscila.

Bom na mesa e para a saúde

Ao ser ingerido, o óleo de coco também oferece benefícios à saúde. Ele é classificado como uma gordura saturada, de origem vegetal. “Ajuda a melhorar o colesterol, baixando o LDL e diminuindo o risco de doenças cardiovasculares”, explica Mariana Kastropil, nutricionista funcional especialista em fitoterapia e metabolismo.

O óleo também pode ajudar a emagrecer. Isto porque ele está ainda na lista dos alimentos termogênicos, que, quando ingeridos, aumentam a temperatura do corpo, levando a quebra de gordura corporal e acelerando o metabolismo.

Outra indicação para o óleo de coco é a ingestão dele por pacientes com diabetes. “O óleo ajuda a manter os níveis estáveis de glicose no sangue e não estimula a liberação de insulina, o que diminui a compulsão por carboidratos”, diz Mariana.

Para usufruir de todos esses benefícios, a nutricionista indica que o consumo do óleo de coco seja feito todos os dias, em jejum ou antes do treino. “Duas colheres de sopa é o ideal para a saúde”, diz.  Além de ser consumido puro, o óleo de coco pode fazer parte de receitas de bolos, tortas e panquecas.

“Ele acrescenta um leve sabor adocicado”, acrescenta a nutricionista. Para quem preferir, pode também usar o óleo de coco na versão desodorizada, que não tem sabor de coco. Neste caso ele é apreciado na culinária salgada, com pães, arroz, carnes e pescados. 

Benefícios do óleo de coco para os cabelos

E o óleo de coco para os cabelos traz mais benefícios, deixa os fios saudáveis e com brilho. Tudo isso graças à sua composição - contêm lipídeos - que cria uma película protetora nos cabelos. Nos cosméticos capilares o produto pode ser encontrado em fórmulas de xampus e condicionadores.

Porém, são nas receitas de hidratação caseiras que ele faz sucesso. Para utilizar, existem diversas formas: a mais comum é na umectação tradicional. Nela, com o cabelo seco, aplique o óleo de coco no cumprimento, deixando o produto agir por 15 a 30 minutos. "Depois é só lavar normalmente", diz Maria Conceição, cabeleireira.

Outra forma de usar o óleo é na umectação noturna. “Aplique o produto no cabelo seco e coloque uma touca ou toalha para proteger o travesseiro”, explica Maria. “Ao acordar é só lavar o cabelo como de costume”.

O óleo de coco ainda pode ser usado junto ao creme ou máscara de hidratação. "Acrescente duas colheres do óleo e aplique no cumprimento dos cabelos, depois lave normalmente".

No entanto, a cabeleireira alerta sobre o excesso do óleo. "Ele cria uma película no fio e impede que o cabelo seja hidratado depois. Faça uso apenas a cada 15 dias", finaliza. 

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto