Nova arma contra celulite promete reduzir furinhos em 1 mês

Fernanda Lima

Shock Wave emite ondas acústicas que penetram nas camadas mais profundas da pele, reduzindo a celulite de grau I a III

Bye Bye, celulite: conheça o aparelho que promete eliminar as temidas celulites em 1 mês.

 

Na hora de escolher qual tratamento estético é o mais adequado para eliminar a temida celulite, o que não faltam são opções, como as tradicionais drenagem linfática e a massagem modeladora. A novidade do momento é o Shock Wave, um procedimento que promete reduzir a celulite em apenas um mês.

Inicialmente usado nos Estados Unidos e Europa para o tratamento de cálculo renal e dores musculares de atletas, o Shock Wave emite ondas acústicas que penetram nas camadas mais profundas da pele, reduzindo a celulite de grau I (só aparece quando a pele é apertada) a III (os furinhos e ondulações são mais evidentes, podendo causar até dores na região). As vibrações emitidas pelas ondas estimulam a produção natural de colágeno e elastina, já que a celulite torna a região subnutrida, edemaciada e com pouca oxigenação.

“O aparelho atinge o tecido de gordura que ajuda a dissolver as fibroses, grandes responsáveis por puxar a pele para baixo causando a aparência de casca de laranja. Além disso, o processo aumenta a oxigenação local e melhora a circulação sanguínea na região, promovendo a drenagem de líquidos e toxinas retidos no organismo” explica Ingrid Peres, gerente científica e fisioterapeuta dermato-funcional da Onodera.

Ainda segundo Ingrid, o Shock Wave não é invasivo e utiliza o sistema eletromagnético de intensidade elevada para gerar as ondas que deixam também a pele mais firme. “Esta terapia ajuda na mobilização das travas que formam as depressões no tecido, tornando a pele mais uniforme”. A vantagem do aparelho em relação a outros tratamentos, explica a fisioterapeuta, é a capacidade de estimular um processo natural do corpo, sem reações adversas e com resultados que aparecem logo nas primeiras sessões.

 

É indicado apenas para quem tem celulite?

Segundo Ingrid, não. O aparelho também pode ajudar a reduzir medidas do abdômen, por exemplo. “Não há um padrão de quantos centímetros serão eliminados, pois a perda dependerá de cada organismo, tipo de gordura, tamanho da camada adiposa e hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e atividade física regular”, explica.

Além do abdômen, o tratamento também pode ser feito nas regiões dos glúteos, coxas e parte superior dos braços e flancos. “Em média, o procedimento dura 15 minutos por região. Recomenda-se de 8 a 10 sessões, podendo ser realizadas duas vezes por semana”, esclarece Ingrid.  

 

Quanto custa o shock wave?

O preço para realizar uma sessão de Shock Wave varia de R$290 a R$350, dependendo da região tratada. Além disso, se o foco for eliminar celulite, deve ser aliado com a drenagem linfática. Por outro lado, caso o objetivo seja sumir com as gordurinhas localizadas, o ideal é associar com ultrassom estético.

O tratamento possui contraindicações para obesos, gestantes e pessoas que possuem hematomas extensos, alterações na coagulação, dermatites ou pruridos na região ou sofrem de doenças como câncer, epilepsia, infecções e inflamações.

Além do uso do aparelho, profissionais recomendam a prática regular de atividade física. Alguns exercícios, como o jump, são indicados especialmente para o combate à celulite. Consumir os alimentos corretos, como o abacate, também é fundamental para dar adeus ao aspecto 'casca de laranja'. 

Copyright foto: iStock   

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto