Saiba por que os sapatos Louboutin conquistaram os pés das celebridades

Jessica Krieger
A sola vermelha escarlate anuncia o sapato que virou símbolo de luxo, estilo e sofisticação no mundo todo

Sapatos Louboutin nas passarelas da Ochs, Inverno 2015, na NYFW.


O designer Christian Louboutin conseguiu criar uma atmosfera de glamour e poder feminino com apenas um par de sapatos. A sola vermelha escarlate, marca registrada do seus calçados, permeia o imaginário das mulheres assim como uma Ferrari vermelha faz parte dos sonhos masculinos. 

Com isso, ele transformou os sapatos Louboutin em símbolo de status e prestígio, inclusive com modelos sob medida feitos para as celebridades. Quem não se lembra do calçado com salto em forma de chifre que o designer criou especialmente para Angelina Jolie na première de Malévola

Sapatos com chifres criados para Angelina Jolie.


Peças especiais e únicas conquistaram os pés das famosas e também de mulheres anônimas, que sabem apreciar o poder de bom par de sapatos. “A grande característica da marca é intangível. A força que ela tem e o poder de tornar qualquer perna mais sensual é assustadoramente grande. E isso acontece com todas as pessoas que calçam um Louboutin”, acredita o stylist e apresentador Arlindo Grund. 

Energia sexual

O acabamento impecável, saltos vertiginosos e preço salgado – um modelo não custa menos de 3 mil reais no Brasil – ficam em segundo plano quando uma mulher calça um Louboutin. Muitas acreditam que o sapato assinado pelo designer francês exala sensualidade. E até um certo fetiche, graças às suas formas orgânicas e femininas. 

Modelo em cristais criados para Dita Von Teese.


“As criações do estilista têm um quê fetichista, com spikes, ondas, saltos altíssimos. Os materiais são de qualidade e os modelos atendem a todos os gostos, do clássico ao extravagante, assim, o estilista consegue atender tanto ao gosto da princesa de Mônaco, quanto da artista burlesca Dita Von Teese”, diz a stylist Erika Nigro. 

Modelos icônicos

A marca tem várias linhas que vão desde os scarpins pretos de couro ou verniz – entre os mais conhecidos estão o Pigalle e Iriza –, até sapatos estilo Cinderela, com brilho e aplicações feitas à mão. Não foi a toa que Christian Louboutin foi convidado pela Disney para desenhar o modelo onírico do sapatinho de cristal da personagem. 

Croqui do sapato da Cinderela criado pelo designer.


Os peep toes da grife de luxo também fazem sucesso graças às aplicações trabalhadas artesanalmente e a riqueza de detalhes. “O fato é que a marca tem várias linhas que vão desde scarpins e peep, a sapatos tipo Cinderela. O preço um pouco alto devido não só a qualidade, mas também por ser um produto importado, o que traz um alto valor agregado, o que faz com que este seja um sapato visto por muitos apenas como uma marca de festa. Mas os Loubs estão em toda parte e para todos os gostos”, afirma Grund. 

Como combinar? 

Arlindo Grund acredita que, quando uma mulher usa sandálias ou sapatos Louboutin quer chamar atenção para os pés. “Então, primeira dica: unhas impecáveis! Combinar uma linda clutch e outros bons acessórios também é bem vindo”, explica. 

Emma Stone escolheu o clássico modelo Iriza para red carpet.


Para usar os modelos cheios de aplicações de pedrarias e spikes, a recomendação é escolher peças mais simples e lisas. Sem brilhos. Sapatos de cores fortes ficam bem com looks ton sur ton ou, para quem gosta de brincar, um contraste de um sapato de uma cor neon com um vestido de cor diferente. 
 
 “Para ficar mais elegante, dê preferência a saias ou vestidos evasês ou abaixo dos joelhos. Um sapato com aplicações e pedrarias ‘pede’ para aparecer e não pode ‘brigar’  com a roupa”, esclarece. “O vestido também não pode ser longo para não enganchar o tecido nas pedrarias e estragar a roupa. Se os sapatos tiverem spikes, um vestido de couro pode dar um look mais roqueiro”, acrescenta a stylist. 

Copyright foto: VILLARD/SIPANY/SIPA e Reprodução/Christian Louboutin

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto