Sete dicas infalíveis para se vestir bem

Confira um pequeno guia com alguns truques certeiros para nunca mais errar na escolha do look e estar sempre bem vestida

Se vestir bem passa pelo se cuidar e pelo entender seu próprio estilo.


Sabe aquela sensação de olhar uma foto de street style e pensar: "gostaria de conseguir me vestir assim"? Ou então abrir o guarda-roupa e não achar nada, se trocar cinco vezes e ainda sim ficar descontente com o resultado, sair de casa sem sentir confiança que a produção escolhida é a ideal... A moda e o ato de se vestir devem ser um prazer. Como? Siga e exercite as sete dicas abaixo.
 

1) Tenha um objetivo

"O grande segredo de como se vestir bem é ter um objetivo", explica Patricia Oliveira, personal branding strategist e diretora do Studio Tutzy, especializado em imagem pessoal. Segundo a especialista, saber o que você busca e a imagem que quer passar facilita tudo. "Além disso, conhecer o seu estilo e se sentir confortável consigo mesma. O ideal é se vestir, sempre, respeitando esse conceito "você", para passar a mensagem certa".
 

2) Mix de texturas

Essa regra de ouro vale para todos os estilos: o mix de texturas de tecidos e materiais, que garante mais importância aos looks. "Tenha sempre no seu guarda-roupa peças de diferentes texturas e tecidos na mesma cor. Esse é o conceito básico de qualquer guarda roupa interessante", explica Patricia.

Aqui, vale apostar em opostos, por isso evite misturar materiais muito parecidos como algodão e linho. Alguns exemplos: uma regata de seda pode ficar linda sob uma jaqueta de couro, assim como um top de renda pode ser bem acompanhado por um casaco ou calça tipo militar. E ainda que seja mais comum apostar em texturas pesadas em baixo e leves na parte de cima, nada impede que uma saia de seda levinha seja acompanhada por um tricô de pontos grossos, uma produção super atual e inesperada. 


3) Organize-se

Um guarda-roupa organizado é o segredo para acertar. Para isso, livre-se das peças que não usa com frequência - faça uma boa ação e doe e, quando não tiver certeza, faça um teste: separe em um outro espaço e depois de algum tempo veja se aquela saia realmente é imprescindível -, já que um armário com espaço permite uma melhor visualização e acesso. Na hora de organizar, adote a regra do curto para o longo e separe as peças por cor.


4) Invista em poucos e bons

Um guarda-roupa cheio não é sinônimo de um "bom guarda-roupa". Por isso, seja uma consumidora sensata: invista mais em peças atemporais - uma boa calça preta de alfaiataria reta, uma camisa branca impecável, um vestido preto que te veste perfeitamente - e separe um outro orçamento mais modesto para as vontades sazonais que poderão ter uma vida mais curta - aqui entram a camisa desconstruída, o jeans bordado e o top cropped, por exemplo.
 

5) Como montar o look

"Escolha de duas a três peças de tecidos ou materiais diferentes. Na parte de cima do look prefira sempre uma peça de tecido plano (resultado do entrelaçamento de dois conjuntos de fios que se cruzam em ângulo reto, por exemplo cetim, sarja, shantung, lã e tricoline), o que passa a ideia de refinamento e importância", sugere Patricia.

Para a parte de baixo, peças de alfaiataria bem cortadas são à prova de erros. Invista em uma boa calça preta reta de cintura média, que valoriza a silhueta, e uma saia lápis na mesma cor - fuja das versões com muito elastano, que podem marcar muito. Um belo par de jeans reto também é coringa - prefira os sem muita lavagem ou estonados e garanta que a barra esteja bem feita na altura ideal.

A saia longa é outra ótima aliada, já que alonga a silhueta e garante um toque feminino à produção. Com isso em mente, depois é só unir top + bottom e apostar em algum complemento (uma jaqueta de couro deixa qualquer look descolado) ou um belo lenço (que podem ser amarrados no pescoço, truque de styling que voltou com tudo, ou então na cintura como cinto).
 

6) Colouring

"A moda tem pedido looks monocromáticos, inteiros de uma cor. Uma boa referência é seguir a cor do seu cabelo e colocar um acessório, como por exemplo um bolsa, sapato ou colete comprido na cor oposta (se você é morena, verdes e azuis ou então tons nude são a pedida; no caso das loiras, vermelho, preto e rosa). Seja qual for seu estilo, esse vai passar uma imagem atualizada e interessante", ensina a expert.


6) Cuide-se

Além da escolha dos tecidos e texturas, combinação de cores das roupas e acessórios que você usar, o nível de refinamento de um look também é diretamente ligado ao "grooming", ou seja, aos cuidados pessoais. "Você pode até carregar uma bolsa Hermès, mas para um efeito ideal, tenha os cabelos bem escovados, a maquiagem bem feita, unhas em dia, e as roupas bem passadas", alerta Patricia. 

Copyright foto: IMAXtree

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto