Atitudes chatas que você comete na academia

Fernanda Colavitti
Apesar do seu treino rolar em um ambiente descontraído, algumas regras de etiqueta precisam ser preservadas. Descubra quais são as atitudes que mais queimam seu filme

Para que os resultados apareçam, foque no treino, não no celular


Você já vive uma rotina cheia de obrigações: acorda cedo, pega trânsito, trabalha pelo menos oito longas horas. Seria justo que, no curto momento que sobra para cuidar do seu corpo e da sua saúde, você pudesse extravasar na academia, certo? Bem, tudo depende do nível de extravasamento. “Muitos alunos encaram a academia como um lugar sem regras, um ambiente de lazer apenas para curtir e encontrar amigos, mas não se preocupam com a coletividade nem com os bons modos”, fala Larissa Kussano, gerente técnica da rede de academias Bio Ritmo, de São Paulo. 

Conheça as atitudes que mais pegam mal academia – e, claro, evite ao máximo segui-las:

Não desgrudar do celular 

“Sem dúvida, ficar digitando no smartphone é o pior hábito que estamos vendo atualmente nas academias”, diz Eduardo Netto, diretor técnico da Bodytech, do Rio de Janeiro. Quando você decide checar suas atualizações no Facebook e as postagens mais recentes do Snapchat entre uma série e outra, um (ou mais de um) colega de treino está sendo o prejudicado, pois certamente terá de esperar mais tempo do que o habitual para ocupar o seu aparelho. “Os resultados da pessoa que fica no celular por vários minutos também serão comprometidos porque o tempo de descanso ideal é bem curto, cerca de 45 segundos”, diz Larissa. 

Monopolizar o espelho 

O acessório está presente nas academias exclusivamente por um motivo: auxiliar os alunos na execução correta dos movimentos em exercícios livres, como os com pesos e halteres. Ou seja, aquela sessão interminável de selfies para capturar seu melhor ângulo no modelito academia pode esperar – ou nem ser feito. “E nunca fotografe quando estiver dentro do vestiário com outras pessoas, que certamente não querem ter sua intimidade vazada”, alerta Larissa.

Pensar que o professor é seu personal trainer 

Montou o aparelho com a quantidade de anilhas necessárias para o seu exercício? Não espere que o treinador vá desmontá-lo para você. Assim que terminar as séries, retire os pesos extras e guarde-os. Está insegura quanto à execução de algum movimento? Identifique o professor livre e tire brevemente suas dúvidas. “Alguns alunos querem bater papo sobre assuntos alheios ao treino, como dicas nutrição e dieta, mas o indicado é que isso seja feito em outro momento ou por outros canais, como via e-mail, para o instrutor poder atender os demais”, fala Larissa. 

Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto