Entenda a dor muscular pós-treino e saiba como aliviar

Fernanda Lima
Dores musculares toleráveis, que costumam aparecer até 24 horas após o exercício, significam que o exercício fez efeito, defendem profissionais
Sem desespero: dores pós-musculação são normais.
Para muitas pessoas, começar a se exercitar em uma academia já é um grande passo na busca de um corpo mais saudável. O problema é que, dependendo do tempo em que a pessoa está sedentária, os primeiros dias de malhação podem ser um martírio devido às dores causadas pela musculação.
 
Segundo Vinícius Possebon, person trainer e criador do Queima de 48 horas, a dor não pode ser considerada uma vilã, muito menos motivo para desistir da academia. Ela tem uma explicação: é uma reação inflamatória do músculo, que sofreu uma sobrecarga e, por consequência, micro-lesões nas fibras musculares. "No processo de recuperação, o sistema imunológico entende que há um nível de inflamação naquele local", explica o personal. 
 

É normal que ponto é normal sentir dor após o treino?

De acordo com Marcelo Santana, educador físico e coordenador da Planet Sport Academia, é importante tomar cuidado com o processo inflamatório. Abusar no treino pode fazer com que a dor seja tão intensa, que até os movimentos mais comuns se tornem difíceis de serem realizados. Porém, se a dor for tolerável, o treino pode continuar normalmente. 
 
"Devemos respeitar todo processo de adaptação e, consequentemente, aos poucos aumentar as cargas e a intensidade do treino. Conheço inúmeros casos de pessoas que desistiram da academia por não terem informação suficiente e não suportar as dores. Quando o treino é bem orientado, as dores são normais e nada impedem no dia-a-dia", explica Marcelo.
 
Após esse começo difícil, diz Vinicius, os exercícios podem até aliviar as dores. "É um sinal de que o corpo está se acostumando com a atividade". O normal é as dores começarem a aparecer depois de 24 horas (em algumas pessoas até no mesmo dia). O pico ocorre 48 horas após o estímulo. Em 72 horas, ela começa a diminuir e em 96 horas a cessar.
 
Para reduzir a intensidade da dor, Marcelo sugere alternar os dias de treino de musculação com de exercícios aeróbicos,  além de treinar músculos diferentes para não repetir o estímulo no mesmo local. 
 

Como tratar as dores do pós-treino?

Ambos os profissionais são contra o uso de medicamentos para tratar as dores iniciais da musculação. "O ideal é que não se use nenhum medicamento para aliviar as dores, porque eles retardam o processo de recuperação e de adaptação do músculo", explica Vinicius. 
 
Ainda segundo o profissional, é preciso entender que a dor significa que o exercício fez efeito e que a pessoa está queimando gordura no momento de descanso. Uma dica para reduzir as dores no processo de repouso é mandar sangue para aquele local. "Se estiver doendo a coxa, faça movimentos de aquecimento para mandar sangue e diminuir a dor. É preciso entender que a dor é um processo natural", explica. 
 
Marcelo também sugere usar de bolsa de gelo acalmar a inflamação e evitar alongar o local dolorido. "O melhor remédio é esperar, sem abusos ou métodos malucos", finaliza o expert
 
Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto