Tae Bo: a aula fitness que mistura luta e dança

Daniel Navas

No Tae Bo, as alunas aprendem movimentos de várias artes marciais junto com música e coreografias. Novidade vem ganhando mais adeptas

Um golpe pra lá e uma dança pra cá. No Tae Bo é  top suado e muitas calorias a menos.


As aulas que envolvem lutas têm virado sucesso entre a quem que gosta de exercícios mais dinâmicos e desafiadores. E a novidade que vem chegando, aos poucos, nas academias em todo o Brasil é o chamado Tae Bo.

Com esse nome, que é a junção de Taekwondo e Boxe, a técnica é uma mistura de ginástica e luta. Isso porque a atividade é baseada em movimentos de várias artes marciais, como Kick Boxing, Muay Thai e Kung Fu, juntamente com coreografias e músicas. 

A aula começa com um aquecimento, que pode ser uma corrida ou pular corda. Gradualmente, são acrescentados os golpes (sem contato físico) e as coreografias. “Também são colocados exercícios de abdominal, podendo ainda contar com acessórios como bastão, elástico e step”, explica Marfio Canoletti, professor de artes marciais na Academia Bodytech.

Muito suor e quilos a menos

A aula de Tae Bo pode durar entre 30 minutos a 1 hora e, nesse tempo, é possível eliminar de 500 a 800 calorias. Além disso, não há restrições severas para praticar a modalidade, sendo necessário apenas que o professor respeite a limitação de cada um.

E não é só a queima de calorias que o Tae Bo ajuda. Ele desenvolve, também, a coordenação motora e o alongamento. “Os movimentos das artes marciais fazem com que todos os músculos do corpo sejam exigidos. Os chutes, por exemplo, trabalham também o abdome”, conta Canoletti. 

Das aulas de Tae Bo para o dia a dia

Além de deixar as mulheres magras e com o corpo torneado, os movimentos dessa técnica podem servir ainda como uma base para defesa pessoal. As coreografias melhoram também o ritmo e a forma de dançar, já que a aula conta com um fundo musical eletrônico.

Outro ponto interessante é que o Tae Bo pode ser praticado todos os dias. Não precisa de intervalos de descanso. E também pode ser colocado juntamente com o treino de musculação. “Uma coisa não anula a outra”, observa o professor. 

Dicas para começar a praticar o Tae Bo

Para quem gostou da ideia do Tae Bo, algumas regrinhas para iniciar as aulas são primordiais. Veja algumas a seguir:

  1. As roupas devem ser bem parecidas com aquelas usadas na musculação. Ou seja, confortáveis e que deem amplitude para qualquer tipo de movimento. E o tênis deve ser da linha fitness, para absorver melhor o impacto. 
  2. Nas primeiras aulas de Tae Bo, faça os movimentos com o seu próprio corpo. Não é necessário usar pesos, pois isso pode estressar os músculos além da conta, causando dores demasiadas nos dias seguintes. 
  3. Na hora de realizar algum golpe, lembre-se sempre de manter joelhos e cotovelos semiflexionados. Ao deixá-los totalmente estendidos, as chances de surgirem lesões são enormes.

Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto