Nhoque frito: receita de um badalado restaurante de Paris surgiu por acaso

Ana Paula Cardoso

Em evento de gastronomia na Cidade Luz, o chef Tomy Gousste, recomendado pelo Guia Michelin, contou a história do prato. Veja a receita

Nhoque frito do restaurante Tomy & Co em Paris © Divulgação Taste of Paris


Modelo para o mundo todo, a cozinha francesa também é aberta às novidades. Durante o festival Taste, realizado em maio de 2017 na capital da França, o Taste of Paris, um dos destaques foi o chef cambojano Tomy Gousset, que apresentou o atual carro-chefe do seu restaurante Tomy & Co: o nhoque frito com girolles (cogumelos crista de galo) e damasco.

No restaurante localizado no bairro chique do 7ème arrondissement de Paris, o prato é considerado uma obra-prima. Tanto que graças a ele o bistrô encontra-se na lista de restaurantes recomendados pelo emblemático Guia de Michelin, em função da qualidade e sofisticação dos pratos.

Prato delicioso que surgiu de um incidente

Mas engana-se quem pensa que rendeu muito trabalho ou grande elaboração do chef e sua equipe chegar à receita. Especialista em nhoque de batata, o chef Gousset "criou" o nhoque frito, na verdade, por obra do acaso. Foi través de um incidente na cozinha: uma ajudante deixou cair os nhoques em uma frigideira preparada para fritar outra coisa.

"Lembro que dei-lhe uma bronca e ela foi retirando os nhoques da frigideira e colocando num prato. Achei a aparência bonita e provei. Me surpreendi com o resultado. Pedi desculpas à ajudante e agradeci dizendo 'você acaba de me dar uma ideia de um novo prato'", conta o chef Tomy Gousset.

Receita de nhoque frito do chef Gousset

Quem não teve a oportunidade de ir até Paris provar o nhoque frito, pode arriscar a fazer a receita em casa. Segue o modo de fazer desta delícia e o vídeo (com áudio em francês) para orientar quem pretende viver seu dia de chef na própria cozinha.

Ingredientes

  •     500g de batata
  •     125g de farinha de trigo
  •     1 ovo
  •     200g de cogumelos crista de galo
  •     50g damasco seco
  •     400ml de caldo de galinha
  •     un bouquet de verbena
  •     sal e pimenta

Modo de preparo da massa

  1. Asse as batatas com casca e cobertas de sal grosso em um forno a 180 ° C durante 1h.
  2. Abra as batatas, retire a parte de dentro da casca, passe numa peneira e as amasse fazendo um purê.
  3. Coloque em um recipiente e acrescente a farinha de trigo e o ovo, misturando tudo com uma espátula de madeira.
  4. Adicione sal e pimenta.
  5. Faça rolos compridos e depois corte em pequenos pedaços.
  6. Enrole com as palmas das mãos, fazendo umas bolinhas.
  7. Para modelar os nhoques com ranhuras, role a bolinha sobre o garfo (veja vídeo no fim).
  8. Cozinhe em água fervente com sal.
  9. Uma vez que os nhoques subam na água, retire-os com uma escumadeira
  10. Separe os bolinhos em um recipiente seco.
  11. Deixe esfriar e secar.

Modo de preparo do acompanhamento

  1. Lave os cogumelos crista de galo 4 vezes sob água corrente fria.
  2. Refogue-os com azeite.
  3. Desfolhe a verbena e passe-as rapidamente em uma panela com um pouco de azeite quente (num fogo a 180 graus) e depois escorra em papel toalha.
  4. Pique os damascos e salteie em manteiga derretida, deixando-os separados.

Modo de preparo do prato final

  1. Frite os nhoques em óleo de sua preferência, até que estejam bem dourados.
  2. Escorra os nhoques, coloque em uma recipiente.
  3. Acrescente o caldo de galinha, os cogumelos, a verbena e os damascos.
  4. Misture e sirva.

 

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto