Naked cake: confira as dicas para fazer o “bolo pelado” em casa

Adriana Douglas

A confeiteira Noemy Caangi ensina os truques do preparo da massa aos cuidados com a montagem

Confira três receitas de naked cake para fazer em casa. © iStockphoto.com/TanyaSid


O nome pode ser estrangeiro, mas o conceito caiu de vez no gosto dos brasileiros. O chamado naked cake (ou “bolo pelado”, na tradução do inglês) virou mania em casamentos e festas de aniversário por ser uma alternativa diferenciada ao formato tradicional dos bolos decorados. Preparado sem cobertura, ele encanta pelo charme de ter suas camadas deixadas à mostra, muitas vezes enfeitadas com frutas e flores variadas.

Por não exigir grandes habilidades em confeitaria, o naked cake se tornou uma boa pedida para quem quer fugir do comum na hora de preparar uma bela comemoração em casa. “A maior vantagem da escolha desse bolo é a possibilidade de usar frutas frescas no recheio, sem interferir na estrutura do bolo, e poder ter um bolo elegante, fresco e lindo para uma ocasião especial”, afirma a chef confeiteira Noemy Caangi, especialista em bolos artísticos. 

Simples, mas ao mesmo tempo sofisticado, o naked cake requer alguns cuidados para ficar perfeito – tanto no visual quanto no sabor. “Esse bolo, apesar de parecer mais fácil por não ter cobertura, é mais difícil, em alguns casos. O recheio não pode escorrer, as massas não podem estar danificadas e precisam ficar úmidas, mas firmes, e a finalização deve ser impecável”, aponta Noemy.

Para esclarecer e orientar cada etapa, a chef confeiteira listou algumas dicas de ouro que podem ajudar no preparo do naked cake em casa. Lembrando que as camadas de massa devem ficar fofas e aparentes, o recheio deve ser generoso e saboroso, e deve-se sempre usar produtos frescos e bem combinados entre si. No mais, vale usar a criatividade e um toque de capricho para fazer seu próprio bolo pelado caseiro.

Massa: base fundamental

De acordo com Noemy, o primeiro cuidado no preparo do naked cake é a produção e finalização das massas. “A massa pode ser de diversos sabores. Mas não deve ser muito porosa, nem fofa demais. Ela tem que ter estrutura para segurar os recheios sem ceder”, explica. “Assar corretamente é outro grande segredo para o sucesso desse bolo. Por isso, é preciso conhecer bem o funcionamento de seu forno”.

Em geral, o naked cake é feito com, no mínimo, três camadas de massa. Para deixar os discos nivelados, o ideal é assar a massa em assadeiras individuais. “Neste caso, asse três massas em três assadeiras do mesmo tamanho com a massa dividida igualmente”, esclarece Noemy. Depois de assadas, as massas devem ser desenformadas com cuidado e lapidadas na parte de cima, retirando a casquinha que se forma.

Recheio e montagem

Com as massas prontas, o passo seguinte é pensar nos possíveis sabores para o recheio. Neste quesito, Noemy Caangi adianta: o recheio deve ser firme para não escorrer pelos cantos do bolo. Cremes espessos como ganache, brigadeiro e doce de leite são os mais indicados.

Na montagem, antes de rechear, a massa deve ser levemente umedecida para ficar molhadinha e macia. “Só não pode molhar muito, pois esse bolo é mais frágil por essência”, adverte Noemy. “Se forem usadas frutas picadas no recheio, molhe menos ainda. Lembre-se que as frutas picadas, com o tempo, liberam seu suco”.

Como não tem cobertura, o naked cake pode ser finalizado com açúcar de confeiteiro polvilhado ou uma fina camada de chantilly passada na lateral, dando um efeito rústico ao bolo. “Além disso, as frutas ou flores que forem usadas na decoração devem estar frescas e brilhantes, porque o bolo ficará exposto e, se elas não forem frescas, com o tempo ficarão muito feias”, alerta Noemy.

Confira abaixo três receitas de naked cake para colocar em prática as dicas e fazer bonito na próxima festa em casa:

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto