Menstruação irregular: conheça as causas e impactos na saúde da mulher

Etiene Resende
Especialista explica o que pode levar a mulher a ter um ciclo menstrual irregular e como ele pode levar ao desenvolvimento de certas doenças.

O ciclo menstrual irregular pode indicar a existência de outras doenças.


Quando a mulher tem menstruações irregulares, que atrasam muito ou acontecem em curtos intervalos de tempo, é preciso ficar alerta. Ter um ciclo menstrual anormal pode ser sinal de várias doenças que, se não tratadas, podem trazer consequências graves à saúde.

Segundo a ginecologista Rosa Maria Neme, diretora do Centro de Endometriose São Paulo, a menstruação anormal pode ser definida como uma variação significativa do padrão menstrual habitual - aquele que segue um período de 28 dias em média, podendo variar entre 21 e 35 dias. 

“O ciclo irregular normalmente é causado por alterações hormonais, como alterações dos hormônios dos ovários ou tireoide, cistos nos ovários ou tumores produtores de hormônios, sejam eles benignos ou malignos”, explica.

Atenção ao ciclo menstrual irregular

A especialista afirma que ao perceber qualquer irregularidade no ciclo, perdas intermenstruais ou sangramento vaginal abundante, é necessário consultar um ginecologista. “Após uma avaliação física e os exames complementares necessários, é possível chegar a um diagnóstico e indicar o tratamento mais adequado à mulher”, destaca. 

Rosa Maria Neme lembra ainda que tanto nos dois primeiros anos após a primeira menstruação, como no período que antecede a menopausa (climatério) é normal ocorrer alterações do ciclo menstrual.

Causas e tratamento

Segundo a ginecologista, a irregularidade menstrual pode ser também o primeiro sintoma de doenças como:
  • hipotireoidismo
  • síndrome dos ovários policísticos
  • alterações na glândula suprarrenal
  • tumor na hipófise, 
  • endometriose
  • nódulos uterinos como pólipos ou miomas,
  • estresse

“A obesidade ou a magreza excessiva também podem interferir no ciclo menstrual”, explica. Esta irregularidade pode prejudicar inclusive o sonho de ser mãe. “Os problemas relacionados ao ciclo menstrual irregular, quando não tratados, podem sim interferir na fertilidade feminina", afirma a especialista.

Perguntada sobre o que é possível fazer para regularizar o ciclo menstrual e impedir que a situação possa se agravar, a ginecologista Rosa Maria Neme explica que, por haver várias causas possíveis, o melhor mesmo é procurar ajuda profissional. “Cada caso deve ser avaliado para que o tratamento mais adequado seja indicado”, concluiu.

Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto