Dor na vagina: descubra quais são as causas e como tratar

Etiene Resende

Desconfortos e dores na região pélvica feminina têm diversas origens, entre elas o uso de roupas íntimas inadequadas. Saiba mais

dor na vagina
Diversas doenças podem causar dor na vagina, por isso é importante buscar ajuda profissional. © iStockphoto/vchal

 

Sentir dor na vagina é bastante comum, uma reclamação recorrente nos consultórios ginecológicos, mas está longe de ser normal. Por mais que se afirme que toda mulher sinta este desconforto em algum momento da vida, a variedade de causas serve de alerta para que seja feito um diagnóstico mais correto de cada caso.

“Não se pode achar que conviver com a dor seja normal, principalmente em uma região tão sensível e complexa do corpo feminino. É preciso estar atenta a qualquer mudança e a dor pode ser um indício de que há algo de errado”, afirma a ginecologista Danielle de Assis.

Principais causas da dor na vagina

A dor na vagina surge geralmente quando há inflamações ou infecções na região pubiana, além de cistos que venham a alterar a anatomia vaginal. Alterações na lubrificação e até mesmo o chamado vaginismo (contração involuntária da vagina) também podem ser responsáveis pela dor na vagina.

Outro fator que pode acarretar dor é o uso de roupas que atrapalhem ou impeçam a oxigenação tecidual da vagina, deixando esta região mais úmida. “Calças e roupas íntimas muito justas ou com tecidos sintéticos são frequentemente responsáveis pelo o surgimento de fungos, diminuição da imunidade local e até mesmo provocar reações alérgicas com dor”, explica a ginecologista.

Todas as doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) também podem estar por trás da dor na vagina, entre elas as mais comuns são as tricomonas, clamídia, gonococo e, principalmente, o HPV.

Vale lembrar que as distrofias (inflamações crônicas autoimunes) e o chamado cisto de Bartholin (que diminui o espaço vaginal) são casos de doenças não transmitidas sexualmente que também podem causar dor vaginal.

Tratamento para dor vaginal

O tratamento para a dor na vagina vai depender muito da causa. A primeira coisa a fazer, quando se começa a ter dor vaginal, é consultar o ginecologista, que é o profissional capacitado para fazer um diagnóstico correto. Em seguida, procura-se atacar a causa para que o sintoma (dor) desapareça.

Geralmente o especialista irá prescrever um medicamento, quando a dor na vagina é causada por doenças mais comuns. Entre eles, os anti-inflamatórios, antibióticos ou outros específicos para cada situação. Nos casos mais graves ele deverá avaliar o melhor tratamento.

Caso não haja uma doença específica como causa da dor, o especialista irá orientar para uma mudança de hábitos, que possa eliminar a dor e prevenir a reincidência.

“Entre estas ações está o cuidado na escolha das roupas para evitar falta de oxigenação na região, bem como a manutenção de uma higiene íntima correta e a consulta regular ao ginecologista”, explica Danielle de Assis.

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto