14 semanas de gravidez

Bruna de França
Com 14 semanas de gestação, a gestante começa a se sentir melhor, menos cansada. Este é o começo do segundo trimestre

O corpo da mãe

Os incômodos dos primeiros meses começam a desaparecer. Agora as náuseas são menos recorrentes. É necessário, entretanto, continuar tomando muito cuidado com a qualidade de vida, em particular adotando uma alimentação equilibrada. 

Com o intestino pressionado pelo útero e como alguns hormônios da gestação relaxam os músculos intestinais, a prisão de ventre pode aparecer ou piorar um pouco. A dica é ingerir muitas fibras e líquidos.

Os seios, que não param de crescer, começam a produzir o colostro. Também é possível notar que as auréolas estão se tornando mais pigmentadas e aumentando de diâmetro. Isso ocorre por conta do aumento da produção do hormônio melanócito, que estimula a produção de melanina. E ele também é o responsável pelo surgimento da linha nigra, uma linha escura que surge no meio do abdômen e que só irá desaparecer algum tempo depois do parto. 

Ao longo deste primeiro trimestre, é normal ter muitas dúvidas. Algumas futuras mamães se perguntam se estão aptas a cuidar de uma criança ou como organizar a vida a três. Saiba que tudo isso é perfeitamente normal, por isso não hesite em compartilhar suas angústias com o seu companheiro. 

A evolução do bebê

O bebê continua crescendo e mede, nesta semana, cerca de 10 cm da cabeça aos pés. Seus olhos e suas orelhas agora ocupam seus lugares definitivos, suas pálpebras e unhas começam a se desenvolver. Até mesmo o cabelo começou a crescer. Agora, o nenê pode mexer os membros e as articulações. 

O sistema nervoso também funciona. Os órgãos sexuais internos estão formados; quanto aos externos, sua maturação está assegurada pelos hormônios secretados pelas glândulas sexuais. Se for um menininho, o pênis já está formado. 

Exposição ao sol na gestação

Na gravidez, aumenta a chance de aparecimento de manchas no rosto (chamadas de cloasma), pois as células responsáveis pela pigmentação da pele são estimuladas neste período. Caso surjam, as manchas podem se acentuar com a exposição ao sol. Por isso, o ideal é ficar longe dele e usar protetores solares com fator de proteção 25, no mínimo. 

Quem trabalha na rua ou se expõe à luz fluorescente deve aumentar a proteção para 30. Quem já tem manchas deve usar filtro com fator de proteção solar ainda maior.

Cremes com vitamina C não são contraindicados na gravidez e podem ser usados à noite para ajudar a clarear a pele. Após o parto, as manchas tendem a regredir em seis meses. Se não desaparecerem, será preciso consultar um dermatologista para receber o tratamento adequado.

Copyright foto: iStock/ Arte CCM Benchmark

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto