6 meses de gestação: é hora de se comunicar com o bebê

Bruna de França
Carregar um bebê, senti-lo se mexer quando a barriga é acariciada, acordar porque ele está agitado, descansar quando ele adormece, saber que ele ouve a sua voz… No 6º mês de gravidez não resta nenhuma dúvida, você já mãe

Agora o bebê já é capaz de ouvir sons do mundo exterior, como música e vozes.


Mudanças na mamãe no 6º mês de gravidez

Na 26ª semana de gravidez, início do 6º mês, a futura mamãe está com 6 a 8 quilos a mais, em grande parte concentrados na barriga. Com as costas arqueadas, muitas andam cada vez mais com uma certa dificuldade. Isso por que as grávidas tentam reequilibrar seu centro de gravidade compensando a inclinação à frente com uma inclinação para trás. 

Não é de se surpreender que se sinta muito cansada, já que a respiração, neste período, torna-se cada vez mais rápida - para oxigenar o bebê -  e que o útero, agora tão grande que já ultrapassou a linha de seu umbigo, provoca dores nos ligamentos. 

Caso sinta contrações irregulares e não dolorosas, não se preocupe pois isso é completamente normal, elas mostram que o útero é um músculo que funciona bem. No sexto mês também é comum ter um sono perturbado. Os motivos podem ser muitos: sonhos estranhos, angústias em relação ao parto, barriga grande demais para encontrar uma posição confortável na cama, acordar muito cedo porque o bebê está se mexendo, etc. 

Mantenha o hábito de dormir sempre virada para o lado esquerdo para manter o suprimento de sangue e oxigênio adequado para o bebê. Esta posição também auxilia a circulação sanguínea aliviando inchaços e dores nas pernas. Para que a coluna não fique curvada, dobre as pernas e coloque um travesseiro entre elas, desta forma você terá mais apoio e conforto para dormir. Se a barriga já estiver pesada e incomodando, utilize um travesseiro também para apoiar a barriga.

O bebê no 6º mês de gravidez

Durante esse mês o bebê, que mede 37 cm e pesa 1 kg, continua a se desenvolver. Mesmo com a gordura se formando, a pele dele continua enrugada, ainda grande demais para o corpinho.

No 6º mês de gravidez o sistema nervoso do bebê aperfeiçoa-se e os músculos afinam-se. Disso resultam gestos precisos (como levar o polegar à boca) e a descoberta do toque: ele roça a parede uterina, bate-se contra ela e responde aos seus gestos mudando de lugar. Ele se mexe muito, faz de 20 a 60 movimentos a cada meia-hora. Felizmente, ele também tem momentos de sono. Saiba que a intensidade de sua atividade nada revela sobre seu caráter futuro e, detalhe engraçado, ele já tem crises de soluço devido à ingestão de líquido amniótico.

A grande novidade do sexto mês é a interatividade entre bebê, mamãe e o exterior. O pequeno ouve tudo o que acontece com você - batimentos cardíacos, barulhos do seu sistema digestivo, respiração-, e também os sons vindos do exterior, como músicas e vozes, sobretudo da mamãe. E daí o interesse em falar com o bebê! Acariciando delicadamente a barriga, conte histórias, o seu dia, coisas sobre a vida. Esses primeiros contatos são muito importantes para o futuro. 

No 6º mês de gravidez, é hora de…

Descansar

Poucas mulheres param de trabalhar no 6º mês de gravidez, entretanto, todas precisam de mais descanso! Não hesite, portanto, em fazer uma sesta depois do almoço (ao menos nos finais de semana) e a multiplicar atividades zen: caminhadas, ioga, natação, sofrologia. Para adormecer mais rápido, coma algo leve à noite, evite substâncias estimulantes e beba um chá leve antes de apagar as luzes. Não tome de maneira alguma sonífero, a não ser que isso tenha sido recomendado pelo médico.

Fazer amor

Isso pode ajudá-la a relaxar e permite manter uma intimidade essencial entre o casal nesse período de grandes mudanças. Em certos casos, entretanto, o ginecologista pode aconselhar evitar qualquer tipo de relação sexual. Nesse caso, aposte em carinhos e massagens. 

Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto