16 semanas de gravidez

Bruna de França
Na décima sexta semana de gestação a barriga começa a despontar, mas ainda é difícil notar que a futura mamãe está grávida

O corpo da mãe

O útero chega agora na altura do umbigo, o que pode afetar a digestão. Consuma, portanto, alimentos leves e não ácidos. A constante necessidade de urinar pode diminuir um pouco, mas para evitar problemas, beba bastante líquido. Mulheres grávidas são mais suscetíveis às infecções urinárias, que podem atrapalhar o bom desenvolvimento da gestação, provocando um parto prematuro, por exemplo. Por outro lado, mantenha-se muito atenta à sua higiene íntima e consulte o médico se constatar corrimentos incomuns

Algumas mulheres poderão ter um gotejamento nos seios. Trata-se do colostro, um líquido amarelado secretado nos primeiros dias de amamentação. Esse primeiro ‘leite’ materno é capaz de eliminar todos os resíduos do mecônio do trato intestinal do bebê, auxiliando no amadurecimento e funcionamento adequado do intestino, além de prevenir diarreias, alergias e infecções no bebê, pois equilibra adequadamente as bactérias que vivem no intestino. 

O aumento do útero sobrecarregará as costas da gestante, é importante, portanto, cuidar da postura para proteger a coluna e evitar a pressão e dores, principalmente agora que a barriga está começando a despontar. 

Também é essencial saber usar corretamente o cinto de segurança para evitar que ele se torne uma arma em um eventual acidente. A faixa inferior deve ser posicionada abaixo da linha da barriga e a transversal deverá passar pelo tórax.

A evolução do bebê

Nesta semana, ele mede cerca de 13 cm e pesa em torno de 90 g. O esqueleto do bebê está mais denso graças ao cálcio que se encontra no sangue da mamãe. Inicia-se a produção do mecônio, as primeiras fezes que o bebê irá eliminar, geralmente nas primeiras 12 horas após o nascimento.

Alguns bebês descobrem nesta semana o cordão umbilical e começam a brincar com ele. Não é preciso se preocupar, pois essas brincadeiras não farão mal ao bebê, uma vez que ele não possui força e suas mãos são bem pequenas.

Ele começa a dar chutes, mas a gestante ainda não os sente. Por outro lado, o intestino, que antes estava enrolado em torno do cordão umbilical, acha seu lugar no abdômen, que já está maior. A tiroide – que tem um papel crucial no desenvolvimento – se torna operacional. Para garantir seu bom funcionamento, a mamãe deve consumir alimentos ricos em iodo, como o óleo de fígado de bacalhau, o sal marinho, ovos e queijos.

Importante

Saiba que a gestante tem direito de ser dispensada no horário de trabalho para a realização de pelo menos seis consultas médicas e demais exames complementares, devendo apresentar atestado médico para abono de falta. A mulher também tem o direito de mudar de função ou setor no seu trabalho, caso o cargo possa provocar problemas para a sua saúde ou a do bebê. Neste caso, será preciso apresentar à gerência um atestado médico comprovando a necessidade de mudança de função.

De acordo com a lei trabalhista, a gestante não pode ser demitida no intervalo entre a concepção do bebê e 5 meses após o parto. E caso seja dispensada e só descobrir que estava grávida depois de se afastar da empresa, a funcionária tem o direito de ser readmitida.

Copyright foto: iStock/ Arte CCM Benchmark

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto