20 semanas de gestação

Bruna de França
A mamãe está radiante com uma barriga bem arredondada. Agora já é possível sentir sem dificuldades o bebê se mexer 

O corpo da mãe

O corpo da mamãe tem agora claramente as formas de uma mulher grávida. A barriga cresceu e os seios, cujas auréolas estão maiores e mais escuras, ganharam volume. Embora as grávidas se sintam em plena forma neste período, é normal ficar com o fôlego curto

O útero está na altura do umbigo, e aumentará cerca de 1 cm por semana. Com esta nova posição uterina é normal que o umbigo esteja mais sensível e até mesmo que ele mude de forma. Vale lembrar, entretanto, que ele voltará ao formato normal após o nascimento do bebê.

O coração da mamãe aumentou a capacidade de pulsar sangue, chegando a 7 litros por minuto durante esta semana. Por esta razão as veias estão mais largas e visíveis por todo o corpo e a temperatura corporal aumenta podendo causar suor, principalmente embaixo dos seios, braços e entre as pernas. É preferível, assim, vestir roupas de algodão e de tamanho adequado às novas medidas.

Nessa semana as gestantes também já distinguem claramente os movimentos do bebê, que se mexe cada vez mais. 

A evolução do bebê

O bebê mede 20 cm e pesa 250 g. Os músculos dele se desenvolvem, atribuindo força aos movimentos. A pele está mais densa e as impressões digitais já estão definidas. Os cinco sentidos do pequeno agora estão bem mais desenvolvidos. Com 20 semanas, o bebê é mais proporcional, ouve sons, como os batimentos cardíacos da mãe, reage à claridade e se movimenta voluntariamente. 

Preparando-se para o nascimento, ele já pratica os movimentos respiratórios, porém seu pulmão ainda não está maduro, ou seja, ainda não está pronto para a vida aqui do lado de fora.

Daqui para frente, o bebê irá destinar a maior parte de sua energia para ganhar peso e, consequentemente, a mamãe também.

Exames médicos 

Se ainda não fez, você provavelmente fará, nesta ou nas próximas semanas, mais uma ultrassonografia, chamada de ultrassom morfológico. Ela tem este nome, pois durante o exame o médico aproveita para checar detalhadamente o desenvolvimento do bebê, a fim de descobrir eventuais problemas que necessitariam de uma intervenção rápida. 

Mede-se tudo: o diâmetro parietal, o perímetro abdominal, os membros. O médico também conta os dedos, verifica o funcionamento do coração e do aparelho urinário, analisa a coluna vertebral e o cérebro. O exame dura cerca de 30 minutos, durante os quais os pais poderão conhecer melhor o bebê. 

Copyright foto: iStock/ Arte CCM Benchmark

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto