21 semanas de gestação

Bruna de França
Com 21 semanas de gestação, a barriga da gestante começa a ficar pesada. É aconselhável poupar esforços para evitar problemas nas costas

A evolução do bebê

O bebê mede 22 cm e pesa 350 g. Ele se mexe cada vez mais e se diverte muito com o cordão umbilical, se balança e vira de lado. Ele agora já sabe pegar os pés e quando se aconchega contra a parede uterina, a mamãe pode acalmá-lo passando a mão sobre a barriga. 

À exceção destas poucas horas de movimentação, o bebê passa a maior parte do tempo dormindo (cerca de 18h por dia). Ele passa por fases de sono mais ou menos profundo. Infelizmente, o ritmo dele é diferente do seu. Ele pode, portanto, acordá-la no meio da noite, se decidiu brincar. 

Ao engolir o líquido amniótico, o bebê absorve a água e cria restos que serão mandados para o intestino grosso que terminou de se formar nesta semana. Isto quer dizer que seu aparelho digestivo está completamente desenvolvido e o líquido amniótico, que o bebê está deglutindo há algumas semanas, tem os açúcares absorvidos pelo seu pequeno organismo e seus restos estão se acumulando no intestino grosso. As pálpebras estão entreabertas, aparecem as unhas, a pele é rosada, com bastante vérnix e penugens.

O corpo da mãe

A barriga ganhou volume, está pesada. A gestante tem frequentemente o fôlego curto. Além do fato do tórax estar com menos espaço, isso se deve ao fato da mamãe eliminar o CO2 que produz bem como o do bebê. Esta hiperventilação faz com que a gestante se canse ao menor esforço. 

Procure fazer desde já exercícios para tonificar o períneo. Este músculo, que é bastante solicitado durante a gestação e no parto, pode ser trabalhado facilmente, em vários momentos do dia. Para tal, basta contrair o períneo durante alguns segundos (como se quisesse reter a urina). Faça várias séries de dez contrações. Você também pode fazer exercícios de musculação abdominal que lhe serão muito úteis no dia D e permitirão voltar à antiga forma rapidamente depois do parto.

Os seios da gestante provavelmente não irão mais crescer durante a gestação, mas ao se iniciar o aleitamento eles aumentarão de tamanho. Certifique-se de estar usando sutiã ou top adequado que forneça suporte aos seus seios. 

Cursos de pré-natal

Procure saber se há algum curso de pré-natal por perto e se informe sobre os horários e preço. Maternidades costumam oferecê-los - não é preciso realizar o curso na maternidade onde dará à luz- e os postos de saúde muitas vezes promovem encontros de grávidas com orientações nos dias de consulta, nas salas de espera. 

Converse com o pai do bebê sobre o assunto, pois muitas vezes os cursos são voltados para casais. As vagas podem ser escassas e é melhor começar o curso ainda no segundo trimestre da gravidez, quando a gestante não está tão pesada. O tipo e a duração das aulas variam. Algumas duram várias semanas e outras apenas um dia.

No curso a mamãe aprende:
  • técnicas de respiração e de relaxamento, que auxiliam a enfrentar as contrações no momento do parto;
  • a preparar a musculatura da região perineal para a hora do nascimento;
  • a aliviar alguns incômodos da gravidez e a controlar a ansiedade e o medo;
  • a identificar os primeiros sinais de parto e como agir;
  • e a cuidar do bebé.

Copyright foto: iStock/ Arte CCM Benchmark

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto