O bebê de 10 meses

Bruna de França
O bebê se desloca rastejando ou engatinhando, mas não por muito mais tempo. Logo mais, aos 13 meses em média, ele vai andar sozinho!

Nessa idade os pequenos contumam se divertir muito na hora do banho.


O desenvolvimento

Agora, o bebê está perfeitamente à vontade na posição sentado. Ele consegue sustentar bem as costas e a cabeça e aprendeu, até mesmo, a passar da posição deitado para sentado. Mas o que lhe interessa, de agora em diante, é ficar de pé. Assim, quando está no chiqueirinho ou no berço, ele se apoia nas grades para tentar se levantar sozinho, e bem rápido ele vai conseguir. Algumas crianças começam até mesmo a se movimentar apoiando-se nos móveis da casa. 

O bebê se comunica cada vez mais com o seu meio. Dia após dia, ele tenta reproduzir o que vê os pais fazendo. Ele talvez já saiba dar tchau, e bater palma… Cante para ele cantigas acompanhadas de pequenos gestos, ele vai certamente tentar imitá-la.

Com 10 meses de vida os bebê se interessam cada vez mais pelos detalhes dos brinquedos. Observam atentamente os olhos, a boca e o nariz dos seus bonecos e bichos de pelúcia. pelos quais, aliás, já começam a se afeiçoar. O banho, agora mais do que nunca, é um momento de prazer. Geralmente as crianças dessa idade se divertem brincando com a água da banheira. Dar copinhos de plástico para o bebê encher de água pode ser um boa maneira de distrai-lo durante o banho.

A alimentação

Saiba que é importante prevenir a obesidade desde a tenra idade. Ensinar desde cedo bons hábitos alimentares, é muito importante para a saúde da criança. 

Por isso, não a force a terminar o prato se ela não tem vontade. Desde pequeno, o bebê sabe a quantidade de alimentos de que precisa e é inútil ensiná-lo a comer mais que isso. 

Por outro lado, é bom que ele faça quatro refeições balanceadas por dia e em horários regulares. Isso evitará que belisque fora de hora. 

Evite igualmente oferecer à criança bebidas adocicadas (como refrigerantes e sucos industrializados) e faça com que experimente um pouco de cada coisa, sem forçá-la, no entanto, a comer o que não gosta.

Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto