O bebê de 16 meses

Bruna de França
Com 16 meses, a criança já sabe o que quer: nem sempre obedece e o “não” vem se tornando uma palavra importante no seu vocabulário

Os pais já podem oferecer uma boneca para os bebê brincarem.


O desenvolvimento

Dezesseis meses é o momento da primeira boneca. O brinquedo deve, de preferência, ser de tamanho médio (para que a criança possa segurá-la), com cabelos e em tecido ou plástico. Esta boneca vai permitir à criança reproduzir os gestos da mãe: dar de comer, levar para passear, colocar na cama, etc. As crianças nesta idade gostam de repetir o que os pais fazem. 

A partir do momento que aprendem a andar, os progressos psicomotores dos bebês são impressionantes. Com 16 meses de vida, eles também gostam de brincar de bola, que começam a saber arremessar. Também sabem subir escadas de pé, segurando-se no corrimão e colocando os dois pés em cada degrau. Brincar com cubos e virar as páginas ilustradas dos livros são igualmente atividades prazerosas.

Muitos pais tentam desde já tirar as crianças das fraldas sobretudo porque trocar fraldas se revela cada vez mais difícil. Mas saiba que é um pouco cedo. É inútil iniciar este aprendizado antes dos 18 meses. 

Aos poucos, a palavra “não” está ganhando importância e o bebê começa a se opor aos seus pais. E isso é apenas o começo.

A saúde

Se o bebê é um menino, com 16 meses, ele mede cerca de 79 cm e pesa um pouco mais de 11 kgSe for uma menina, com 1 ano e 4 meses, ela mede, em média, 77 cm e pesa um pouco mais de 10 kg.

A alimentação

Lidar com o bebê à mesa se tornou um pouco difícil. Respeite as preferências dele e não o force a comer aquilo que não quer. Saiba que o que a criança recusa hoje, poderá aceitar amanhã. Dê regularmente novos alimentos para ele provar.

Não se deve forçar a criança  a terminar o prato, se ela está satisfeita, A longo prazo, isso pode ter consequências sobre o peso dela. Se os pais forçarem o bebê a comer quando não tem mais vontade, ele não vai mais reconhecer a sensação de saciedade, o que o levará, mais tarde, a comer mais do que necessário.

Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto