O bebê de 18 meses

Bruna de França
O bebê cresceu e agora já é um mocinho: ele sabe o que quer, avisa quando não está contente e se opõe aos pais. É preciso colocar limites, dar prova de autoridade mas também manter a calma

Agora que já sabe andar, o bebê pode concentrar seus esforços no desenvolvimento da fala.


O desenvolvimento

A criança de 18 meses é muito curiosa, nenhuma porta ou gaveta passa desapercebida. Ela gosta de explorar o mundo à sua volta e, se preciso, empurra, puxa, escala. Com essa idade, as crianças já sabem o que quer e, quando não conseguem o que querem, ficam bravas. 

Pode até acontecer que, descontentes com alguma coisa, elas mordam ou batam num coleguinha ou mesmo nos pais. Isso é normal, mas estas reações “violentas” não devem ser toleradas. Explique à criança que ela tem o direito de não estar contente mas é proibido morder ou bater. Por outro lado, quando ela estiver brava, procure não prestar muita atenção pois caso contrário irá encorajar esse comportamento. Deixe-a sozinha no quarto e volte às suas ocupações. Em poucos minutos, tudo estará em ordem. 

Mesmo tento ganhado bastante autonomia desde que anda, a criança ainda precisa dos pais. Não é preciso, entretanto, ficar no mesmo cômodo que ela, mas nunca se deve estar longe. Aliás, não é raro que uma criança pequena pare de fazer o que estava fazendo para ver se o pai ou a mãe dela ainda estão por perto. Ela ainda precisa se sentir segura. Esta segurança afetiva passa, claro, pela atenção e carinho, mas também pelos limites e o ritmo de vida regular que os pais impõem. Vale lembrar que é reconfortante para a criança comer, se lavar e deitar sempre na mesma hora.

A hora de dormir é, aliás, um momento importante. Os pais devem reservar tempo para contar uma história, falar como foi o dia, dar um beijo de boa noite, etc. O ideal é definir um ritual cotidiano. 

Dentre as atividades que as crianças apreciam nesta idade destaca-se o desenho. Com canetinhas e uma folhas de papel elas se divertem e fazem obras primas.

Com 18 meses, a criança também gosta de manipular livros e, claro, que lhe contem histórias. Brincar com água, mas também com terra e areia continuam sendo atividades que divertem muito a criançada.

Etapas importantes: sair das fraldas e desenvolver a linguagem

Nos próximos meses, duas etapas importantes vão ser superadas. Primeiro, a linguagem vai se desenvolver. Aos poucos, o vocabulário da criança vai se enriquecer e ela vai começar a juntar palavras. É importante que os pais falem corretamente com ela, pois o aprendizado da linguagem resulta de um processo de imitação. Por outro lado, saiba que  podem existir diferenças de uma criança para outra. Portanto, não entre em pânico se seu filho demorar um pouco para soltar a língua. O “não” agora é provavelmente a palavra que o bebê mais repete. É o jeito dele de se afirmar como indivíduo diferente dos pais. 

A saída das fraldas é igualmente uma etapa essencial. Com 18 meses, a criança tem maturidade física e intelectual para aprender a fazer suas necessidades no banheiro. Coloque um penico à disposição dela (no banheiro, não no meio da sala), e, aos poucos, vá tirando a fralda. 

A dica é colocar o bebê no penico na hora em que ele costuma fazer as necessidades. Não há problema, se ele não fizer nada na primeira vez e não é preciso deixá-lo por muito tempo no troninho. Caso  a criança consiga, encoraje-a, mas sem exagerar. Não esvazie imediatamente o penico na privada pois ela pode ficar angustiada de ver que “uma parte de si mesma” foi embora com a descarga. Se o seu filho se recusa a sentar no troninho, não o force, talvez seja cedo demais para ele. Volte às fraldas e espere algumas semanas para fazer nova tentativa. 

A saúde

Se o bebê é um menino, com 18 meses, ele mede cerca de 81 cm e pesa entre 11 e 12 kg. Se for uma menina, com  uma ano e meio, ela mede, me média, 79 cm e pesa entre 10 e 11 kg. 

A alimentação

Com essa idade, normalmente o  bebê sabe perfeitamente encher a colher e levá-la a boca, sem virá-la. Porém, ele ainda faz cair um pouco de comida e não deixa de sujar tudo em volta. Tenha paciência, com o tempo ele dominará a arte de comer com uma colher, principalmente se os pais o estimularem a praticar.

Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto