Desejo de grávida: alterações hormonais ou questão emocional?

Ana Paula Cardoso
Vários fatores podem estar ligados à vontade de comer alimentos específicos apresentada por algumas grávidas. Saiba um pouco mais sobre o desejo de grávida

Desejo de grávida tem razões de ordem emocional e hormonal.


Durante a gestação, a mulher sofre diversas alterações hormonais que influenciam em seu comportamento. Mudanças que podem ser desde variações de humor, até o aumento da libido durante a gravidez. Mas um dos hábitos mais associados a quem espera um filho é o chamado desejo de grávida: a vontade de comer alimentos específicos durante a gravidez.

Embora não existam ainda estudos consistentes para comprovar a existência concreta do desejo de grávida, a experiência clínica dos médicos identifica a tendência de alteração no paladar da mulher durante a gestação.

“O chamado desejo de grávida pode estar relacionado às mudanças no organismo da mulher. Durante a gestação há muitas alterações hormonais, especialmente a partir da 12ª semana de gravidez”, explica o médico ginecologista e obstetra Marino Pravatto Júnior. 

A partir dos quatro meses de gestação, ocorrem mudanças na dosagem de estrogênio, que passa a ser produzido na placenta e não mais no ovário. Esta alteração da função biológica pode estar associada à oscilação de humor da gestante - o que pode trazer o desejo de grávida.

“Em tese, estas alterações poderiam levar a mudanças em preferências por gostos e sabores, distintos do usual, de quando a mulher não está grávida. Mas ainda não existe um estudo clínico comprovando, apenas a observação clínica de relatos das gestantes que acompanhamos”, explica o obstetra.

Desejo de grávida ligado aos enjoos

Outra explicação para o desejo de grávida, observado durante o contato clínico entre médicos e suas pacientes, está relacionada aos enjoos. Para algumas mulheres, frutas ácidas, como abacaxi, kiwi, laranja e limão, e alimentos gelados, como picolés e bebidas com muito gelo, amenizam o mal-estar, principalmente nas primeiras semanas de gravidez.

Já quando o desejo de grávida se concentra naquelas comidas difíceis de encontrar, que geram um esforço do companheiro, amigos ou familiares, as razões são mais de ordem psicológica que orgânicas

"Isolando-se todos os fatores hormonais, a gravidez é um momento muito delicado da mulher. Ela sente-se responsável não somente pela sua própria vida, mas pelo ser que carrega no ventre. É natural que queira demonstrações de afeto mais intensas neste período. Os desejos de grávida esdrúxulos podem ser uma maneira de dizer ‘eu quero atenção’”, define a psicóloga Isabela Rosa.

Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto