Dor de cabeça na gravidez: saiba quais são as causas e como diminuir

Etiene Resende
Apesar de geralmente serem consideradas normais, as dores geram um desconforto enorme para a gestante

São vários os fatores que podem levar ao aparecimento de dor de cabeça na gravidez.


Durante a gestação o corpo da mulher passa por enormes mudanças e tudo isso acaba gerando alguns incômodos que afetam a rotina diária da futura mamãe. Entre eles podemos destacar a dor de cabeça na gravidez, o que de acordo com a ginecologista e diretora do Centro de Endometriose São Paulo, Rosa Maria Neme, pode estar associada a outros fatores

“Geralmente, as dores de cabeça se manifestam no primeiro trimestre de gestação, e podem estar relacionadas a fatores como alterações hormonais (principal causa), cansaço, congestão nasal, estresse, fome, baixos índices de açúcar no sangue ou hipertensão arterial”, explica a especialista, lembrando que é importante a realização do pré-natal para que a paciente relate tais sintomas ao médico, que irá tratá-la da maneira mais adequada.

Como tratar a dor de cabeça na gravidez 

Rosa Maria Neme ressalta que a gestante deve ficar atenta a qualquer sintoma ou mal-estar que comece a se manifestar durante a gravidez, pois eles podem indicar a presença de outros problemas. “Ao primeiro de sinal de dor de cabeça ou outro mal estar é indicado que a gestante procure o seu médico para que isso possa ser investigado”, reforça a especialista.

Como a gestação é um período no qual é bastante delicada a utilização de medicamentos – principalmente como automedicação, a ginecologista aponta as medidas caseiras como opções de grande valia. “É possível optar por soluções caseiras, como chás que ajudam a aliviar as dores de cabeça, ou ainda medicamentos analgésicos apenas prescritos pelo ginecologista”, afirma.

É importante lembrar que alguns medicamentos podem colocar a saúde do bebê em risco ou até mesmo levar à interrupção da gravidez. “É importante lembrar que a gestante não pode tomar anti-inflamatórios durante a gestação para controle da dor”, alerta.

É possível evitar?

A especialista afirma que é possível sim evitar as dores de cabeça na gravidez, mas que tudo dependerá da causa. “Se o fator causal for a elevação da progesterona no início da gravidez (fator mais comum), infelizmente não há muito que fazer, a não ser, usar analgésicos e esperar este período da gestação passar”, lembra.

“Outros casos como o da fome, a gestante deve procurar se alimentar com frequência obedecendo a intervalos de 3 horas e com quantidade moderada. Se for cansaço, ela deve procurar descansar em locais calmos e isentos de barulhos. Já em situações que são provocadas por baixo índice de açúcar ou hipertensão, será necessário medicamento prescrito pelo ginecologista que a acompanha”, conclui Rosa Maria Neme.
 
Copyright foto: iStock

Leia também:

Anúncio google

2 comentários

Ótimo texto sobre o assunto! Gostaria de deixar uma leitura complementar sobre um medicamento que trata de dores de cabeça, caso tenha interesse em saber mais: https://www.drentrega.com.br/bem-estar/dores-e-sintomas/doralgina-ideal-para-colicas-e-dores-de-cabeca

nathaliagfrein

Leitura muito boa e interessante! Se alguém quiser saber mais sobre dores de cabeça e complementar este conteúdo: https://www.drentrega.com.br/bem-estar/dores-e-sintomas/neosaldina-promete-acabar-com-sua-dor-de-cabeca