Teste de ovulação: entenda como funciona e saiba utilizar

Ana Paula Cardoso

Conheça o procedimento e  aumente a probabilidade de engravidar

Teste de ovulação ajuda a escolher o dia mais adequado para ter relação sexual com objetivo de engravidar. © iStockphoto.com/shironosov


Quando ter um filho torna-se um projeto do casal, é comum homens e mulheres ficarem um pouco ansiosos em busca da gravidez o quanto antes. Infelizmente, nem sempre a natureza acerta o compasso com a urgência dos planos de maternidade. É nesse momento que as mulheres recorrem aos testes de ovulação a fim aumentar as changes de engravidar rapidamente.

"O teste de ovulação é indicado para mulheres com ciclos menstruais irregulares que estão tentando engravidar e também para os casais que desejam aumentar a probabilidade de fecundação, tendo relação no dia certo para engravidar", explica o ginecologista e obstetra Rodrigo da Rosa Filho, especialista em reprodução humana.

Testes de ovulação: como funcionam

Do ponto de vista científico, o mecanismo de ação de um teste de ovulação é detectar a presença do hormônio LH, encontrado ao longo do ciclo menstrual mas que tem picos no organismo entre 24 e 36 horas antes da ovulação. 

Já do ponto de vista prático, o ideal é começar a ter relações no momento em que o teste indica a presença em maior quantidade desse hormônio. Isso por que os espermatozoides permanecem vivos de 2 a 3 dias dentro do útero. Os óvulos, por sua vez, tem um tempo menor de sobrevivência, cerca de 36 horas.

De acordo com o Dr. Rosa filho, existem dois tipos de testes de ovulação: os testes que utilizam a saliva e a urina, além do teste caseiro. Normalmente, os testes de saliva e urina  são vendidos nas farmácias, acompanhados  de um bastão que deve ser molhado com as secreções da mulher. Seguindo as instruções de uso, o acerto costuma ser de 90%.

Os tipos de teste de ovulação

Para usar o teste de ovulação da farmácia pela saliva, basta molhar o bastão em um pouquinho de saliva e o resultado aparece em poucos minutos. "O bastão contém um dispositivo que muda de cor quando a mulher está ovulando ou próxima do período de ovular", explica o ginecologista e obstetra.

Caso o teste seja concebido para utilização da urina, basta molhar a pipeta em um pouquinho de urina - semelhante aos procedimento dos testes de gravidez -  observar as alterações de cores que ocorrem. Deve-se observar, no folheto indicativo do teste, a cor que corresponde ao período fértil.

Existem também o teste de ovulação digital, que indica se a mulher está ou não no período fértil, através do aparecimento na tela, de uma carinha feliz. Geralmente, uma caixa contém 5 testes que devem ser utilizados um de cada vez, sem reaproveitamento.

"Já o teste caseiro consiste em na avaliação do muco cervical. A mulher deve introduzir o dedo na vagina e ao observar o muco, avaliar se ele está transparente e fluído, indicando que está no período fértil", completa o o especialista em reprodução humana.

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto