Tratamentos estéticos durante a gravidez: sim, você pode

Ana Paula Cardoso

A futura mamãe não precisa deixar de cuidar-se durante a gestação

Tratamentos estéticos durante a gravidez são permitidos, desde que com autorização do médico. © iStockphoto.com/nensuria


A fase de espera de um filho traz uma série de ansiedades e preocupações. Mas uma delas mexe com uma parte bem sensível às mulheres: a vaidade. Em primeiro lugar, são as transformações do corpo, o ganho de peso e o surgimentos de estrias durante a gravidez que costumam pesar.

Depois, vêm as dúvidas sobre se poderão continuar a praticar exercícios durante a gravidez e, para completar, surgem ainda questões sobre quais são os tratamentos estéticos que podem e não podem ser feitos nesta fase.

"Toda gestante sempre traz à consulta uma listinha de dúvidas para saber o que é proibido e o que é permitido durante a gravidez. No geral, podemos dizer que, se não é uma gestação de risco, a maior parte das atividades físicas e procedimentos simples de beleza são permitidos", diz o ginecologista e obstetra Marino Pravatto Júnior.

Cuidar da estética, mas com acompanhamento

Tudo pode ser permitido, desde que com a aprovação do médico de confiança da gestante, reforça o Dr. Pravatto Júnior. Afinal, cada caso é um caso e deve ser acompanhado. Porém, especialistas apontam que alguns tratamentos podem até prevenir danos à saúde da gestante e ajudar no controle de desconfortos da gravidez.

“Ao contrário do que muitos pensam, procedimentos como acupuntura, RPG, drenagem linfática e uma série de tratamentos estéticos  podem contribuir para diminuir ou prevenir esses sintomas e fazer com que a gestante se sinta bem consigo mesma”, explica Patrícia Prieto, fisioterapeuta e proprietária do Espaço Patrícia Prieto, clínica que oferece serviços e tratamentos nas áreas de saúde, estética e bem-estar.

Os tratamentos estéticos permitidos durante a gravidez

Durante o período gestacional as mulheres sofrem diversas mudanças físicas e psicológicas. Como as alterações hormonais contribuem para mudanças na pele, nos cabelos, unhas, postura e, até mesmo, na fisiologia vascular, os cuidados com o corpo e com a saúde não precisam ser negligenciados.

Veja alguns dos tratamentos estéticos permitidos durante a gravidez, listados pela especialista do Espaço Patrícia Prietro:

1) Manicure

Ficar grávida e não poder fazer as unhas está fora das questões preocupantes, para alívio das futuras mamães vaidosas. O ideal é levar o próprio material - como alicate, lixa etc. Mas se o salão tiver um esterilizador adequado, até mesmo esse cuidado pode não ser tão fundamental, segundo o Dr. Pravatto Júnior. Portanto, as gestantes podem escolher os esmaltes sem medo.

2) Depilação

Uma dúvida que sempre acomete as gestantes é se podem continuar a se depilarem. "A depilação a laser não é recomendada, pois envolve corrente elétrica e pode desencadear problema de parto prematuro. A depilação com cera é permitida, mas deve-se evitar no fim da gestação, pois pode causar irritação se for no período próximo ao parto", explica o ginecologista.

3)  Limpeza de Pele e Peeling de Cristal

O aumento da oleosidade da pele e surgimento de acne e manchas são sintomas que algumas mulheres têm, principalmente, no primeiro trimestre da gravidez. Prieto esclarece que a limpeza de pele não tem nenhuma contra-indicação desde que não sejam utilizados ácidos ou emolientes durante o procedimento.

“Já o peeling, como é um procedimento que utiliza substâncias químicas, deve ser suspenso durante a gestação. A única exceção é o peeling de cristal, já que não utiliza substâncias que podem ser absorvidas pela pele e ajuda a combater as estrias”, esclarece Patrícia.

4) Massagens 

A especialista explica ainda que, por precaução, as massagens devem ser feitas apenas após o primeiro trimestre e se a gestante não tiver nenhuma complicação.

"A drenagem linfática, por exemplo, é altamente recomendada para gestantes pois é uma massagem suave e lenta, que ajuda a reduzir a retenção de líquido e a diminuir o desconforto provocado pelo inchaço", completa a fisioterapeuta.

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto