Sintomas da gravidez aparecem com sinais no corpo

Ana Paula Cardoso

Antes mesmo do atraso da menstruação, o organismo pode dar indícios que há bebê a vista

Sintomas da gravidez podem aparecer de formas variadas. © iStockphoto.com/SIphotography


Basta suspender o método anticoncepcional e colocar em prática as tentativas de engravidar para uma mulher tornar-se ansiosa pela confirmação se está ou não esperando um bebê. E se o primeiro grande indício da gestação é o atraso da menstruação, podem ocorrer alguns outros sintomas de gravidez desde o começo.

Antes da alteração do ciclo menstrual há os famosos enjoos, bem comuns no primeiro  trimestre. "Geralmente até a 14ª semana, período em que o hormônio BHCG encontra-se bastante elevado acontecem os enjoos", explica a ginecologista Luciana Cima, da Maternidade Perinatal.

Alterações aparecem de maneira gradativa e a mulher deve estar atenta. O período pode ser bem incômodo, pois o organismo da mulher passa por diversas mudanças para acomodar e cuidar do novo "hóspede" em seu corpo. 

Os sintomas da gravidez

Numa pequena parcela das pacientes, alguns destes chamados sintomas da gravidez  podem durar até o final da gestação. Mas eles são considerados sinais principalmente no início, quando ainda não foi confirmada a gestação por exames.

Entre as mudanças que a gestação pode causar, especialistas indicam algumas, como:

  • aumento de peso;
  • manchas na pele;
  • varizes;
  • enjoos;
  • variações de humor;
  • inchaço e aumento nas mamas;
  • variações no padrão de sono;
  • o aumento ou aparecimento das secreções vaginais.

“O aumento das secreções vaginais é comum durante a gestação e, na maioria das vezes, trata-se de algo benigno e fisiológico, decorrente do maior fluxo de sangue na região vaginal e do papel do estrogênio na proliferação da parte interna da vagina, denominada mucosa vaginal", explica o ginecologista responsável pela área Reprodução Humana da Criogênesis, Dr. Renato de Oliveira.

Nidação e seus sintomas

Outro sintoma da gravidez pode ser um sangramento. Sim, embora pareça estranho, afinal, sangramento na gravidez é associado a aborto espontâneo, a mulher pode ter pequenos sangramentos no período chamado de nidação.

Este fenômeno é o nome dado ao processo no qual o óvulo fecundado consegue finalmente se prender à parede do útero. Nesta fase são comuns cólicas ou aparecem corrimentos de cor rosada, amarronzada ou mesmo com aspecto aguado, os quais coincidem com a época em que a menstruação deveria vir.

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto