Batons: três novidades que vão conquistar seus lábios

A volta dos acabamentos cremosos, o batom além da boca e as versões artsy com direito a flores secas 

Batons cremosos na chanel e na Dolce & Gabbana. © IMAXtree


É hora de atualizar o nécessaire de batons. Quesito cor, os vermelhos continuam em alta, com uma leve preferência para os tons mais abertos, com fundo tomate e alaranjado. A novidade mesmo vem na forma de texturas, uso e até packaging. Abaixo, confira as últimas novidades das passarelas e da indústria de beleza - que surpreende com um batom-flor que faz bonito na penteadeira.

Adeus, mate!

Assim como as bases e pós com efeito mate, a era dos batons foscos chegou ao fim. Na esteira da tendência da pele iluminada, os lábios ganharam uma cobertura glossy que rima com o glow tipo saúde do momento.

Chanel, Dolce & Gabbana, Giambattista Valli e Kenzo foram algumas das marcas que decretaram recentemente os batons cremosos. As vantagens? Além do efeito mais fresh e jovem, o bônus de hidratação que evita o efeito lábios craquelados ao fim do dia.
 

Batom nos lábios, nas maçãs e nas pálpebras na J.W. Anderson e Erdem. © IMAXtree

Nos lábios, nas maçãs e até nos olhos

Há quem defenda que não é preciso um arsenal, ao contrário, apenas alguns poucos produtos, para construir um make completo. Pois o conceito se aplica perfeitamente à vontade de algumas marcas (como Adam Selman, J.W. Anderson e Erdem) que, nas últimas temporadas internacionais, investiram no batom não só nos lábios, mas nas maçãs como blush e nas pálpebras como sombra.

A ideia é criar um look monocromático (seguindo a tendência dos monocromáticos na moda) que tem a cara da estação, além de provar a praticidade do item que é indispensável em qualquer nécessaire. A saber: o eleito dos backstages foi o nude com fundo laranja Kiss Me Stupid, da Nars, que coloriu o rosto das modelos nos backstages de JW Anderson e Erdem, verão 2017.

Os flower balms da Winky Lux. © Divulgação.

Flower power

Se você segue perfis de beleza no Instagram provavelmente notou a febre dos flower jelly lipsticks. As imagens, que embelezam a timeline da Coreia aos Estados Unidos, passando pelos países da Europa, alavancaram os produtos a desejo absoluto. A diferença para um batom normal? O visual, que contém uma flor seca dentro e o efeito mutante de cor.

Segundo uma das marcas que fabrica os batons-flor, a chinesa Kailijumei, o tom rosado muda de acordo com a temperatura do corpo de quem usa, de uma nuance leve à mais intensa quanto mais frio. Já a Winky Lux, marca norte-americana que também conta com o seu Flower Balm, criou uma fórmula transparente cuja cor se adapta ao pH da pessoa.

Leia também:

Anúncio google

Nenhum comentário disponível sobre este assunto